Sexta-Feira, 15 de Março de 2019 - 14:12 (Agricultura)

L
LIVRE

GOVERNO DE RONDÔNIA E MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTEM ESTRATÉGIAS DE COMBATE AO TRABALHO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO CAMPO

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, ressaltou a importância de orientar aos produtores rurais, através de mecanismos que possam coibir o trabalho infantojuvenil.


Imprimir página

Uma reunião para traçar estratégias de combate à vulnerabilidade de crianças e adolescentes residentes na área rural de Rondônia foi realizada entre o governo do Estado e o Ministério Público de Rondônia, na última segunda-feira (11), na sala de reuniões da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri).

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, ressaltou a importância de orientar aos produtores rurais, através de mecanismos que possam coibir o trabalho infantojuvenil.

Padovani informou aos presentes que o maior evento agropecuário de Rondônia que ocorrerá entre os dias 22 a 25 de maio, a 8ª Rondônia Rural Show, é a possibilidade de trazer o Comitê de combater ao trabalho infantojuvenil para ser conhecido durante a exposição.

A Seagri, Agência de Defesa Sanitária Agosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) e Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) poderão trabalhar através da confecção de kits educativos e panfletagem nos carros e ônibus para chamar a atenção dos participantes do evento.

O representante do Ministério Público, Marcos Valério, ressaltou que devemos trazer a conscientização e não a punição aos trabalhadores do campo. Devemos mostrar a eles que o trabalho em fase escolar de crianças e adolescentes terá um prejuízo em seu futuro próximo.

O Trabalho do menor de idade é tema de grandes discussões e ainda é visto como um problema por muitos países no mundo. O Brasil é um país que tem grande parte de sua economia advinda do meio agrícola. Essa realidade é encontrada mais facilmente em pequenos municípios, cuja economia depende desse tipo de atividade. Em Rondônia, a situação ainda é mais latente por sermos um estado profundamente de cultura agropecuária, finalizou o representante do Ministério Público.

O secretário Evando Padovani trouxe para a discussão a importância de se estabelecer um diálogo com a sociedade rondoniense e, principalmente, as famílias que residem no campo. Promovendo a conscientização de que, “Agricultura inteligente mantem o filho na escola”, afirmou.

A reunião ocorre num momento importante que comunga estratégias de conscientização das pessoas que residem nas áreas rurais e também pela proximidade da 8ª Rondônia Rural Show e no processo de colheita do café e próximo da colheita de outros lavouras cuja safra está ocorrendo. Segundo ele, é comum neste período o registro de evasão escolar nas instituições de ensino rural, que resulta da utilização do trabalho das crianças em ajuda às suas famílias durante o período da colheita.

 

 

Victoria Angelo Bacon

Foto: Rinkon Martins e Daiane Mendonça

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias