Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020 - 11:55 (Polícia)

12
Não recomendado para menores de 12 anos

GOLPE: POR TELEFONE, BANDIDOS EXTORQUEM COSTUREIRA E FILHO USANDO FALSO SEQUESTRO

Marginais alegaram que iriam matar a filha da mulher


Imprimir página

Com o registro do caso na Unisp, a Polícia Civil de Vilhena vai começar a investigar o falso sequestro do qual foi vítima uma costureira (lembre aqui). O golpe contra a vítima foi aplicado por telefone, na madrugada de segunda-feira, 24.

Segundo informações, após receber ligação de um número não identificado, a mulher foi orientada a esperar a abertura de uma casa lotérica para fazer o depósito de R$ 4 mil reais. O dinheiro era para pagar o resgate da filha, que os bandidos alegavam estar sem seu poder. Eles ameaçavam matar a refém, caso o dinheiro não fosse depositado.

Após fazer o depósito, a costureira se hospedou no hotel Rover, e era mantida na linha, enquanto os golpistas ligavam para o filho dela. Do homem, os estelionatários exigiam mil reais, dizendo que agora era a mãe dele que estava sendo mantida refém.

Desesperada, a nova vítima depositou a quantia exigida para que a mãe não fosse assassinada. Somente após a Polícia Militar ser acionada é que a mulher foi localizada no hotel e levada para casa.

Com as cópias dos depósitos feitos, a polícia tentará identificar os autores do golpe contra os vilhenenses.

Fonte: Folha do Sul

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias