Quarta-Feira, 12 de Fevereiro de 2020 - 16:21 (Tecnologia)

L
LIVRE

GALAXY S20: TUDO O QUE PRECISA SABER SOBRE A LINHA DA SAMSUNG

Foram apresentados três modelos: Galaxy S20, Galaxy S20+ e Galaxy S20 Plus


Imprimir página

A Samsung aproveitou mais uma edição do seu tradicional evento anual Unpacked para revelar a nova família Galaxy S20, dessa  vez com mudanças até na forma de numeração dos aparelhos.

Confirmando rumores, a gigante sul-coreana optou por não colocar no mercado seus novos aparelhos sob o nome de Galaxy S11, seguindo diretamente aos Galaxy S10, apresentado no ano passado, vemos agora a série Galaxy S20, que está alinhada com o ano em que estamos e também marca uma nova fase para os aparelhos da marca que mais vende smartphones no mundo. Aliado a essa quebra no percurso natural da numeração da série, a Samsung também marca o retorno da tela plana com a os Galaxy S20, abandonando as bordas curvadas

Foram apresentados três modelos: Galaxy S20, Galaxy S20+ e Galaxy S20 Plus. Neste artigo trazemos todos os detalhes sobre os novos aparelhos da Samsung.

120 Hz!

O primeiro tópico que escolhi para destacar sobre os novos aparelhos da Samsung é a taxa de atualização da tela; um trunfo que acabou sendo mais explorado nos modelos que são vendidos como smartphones gamers. Com a família Galaxy S20 a Samsung optou por ir além do que é ainda mais tradicional – 60 Hz, a companhia dobrou. Seus novos aparelhos entregam uma tela com taxa de atualização de 120 Hz.

Esse fator taxa de atualização impacta diretamente na fluidez, numa melhor transição de imagens, aliado é claro aos conteúdos que alcancem tal taxa de atualização de imagens. Mas tem um porém, a tela dos três Galaxy S20 realmente alcançam 120 Hz mas será preciso fazer uma concessão na resolução.

Para setar nessa taxa de atualização a resolução do conteúdo exibido aceita passa a ser o Full HD+ (2400 × 1080); lembrando que nos três aparelhos, quando a taxa atualização de 60 Hz está ativa, é possível desfrutar também do WQHD+ (3200 x 1440).

O motivo para esse ajuste dependendo do cenário de uso tem como objetivo não comprometer a performance do aparelho – caso 120 Hz fosse mantido durante todo o tempo numa resolução mais alta como o WQHD+ -, e a autonomia da bateria.

Por padrão, os novos aparelhos da Samsung são configurados em Full HD+ a 120 Hz, caberá ao usuário nas configurações trocar, se assim desejar. Também vale mencionar que o Galaxy S20 conta com um sensor de toque – que você interage todo o tempo com as funções do aparelho – de 240 Hz, isso se reflete em uma resposta ainda mais imediata.

O conjunto de câmeras e o Zoom de 100X

Além de usar algumas estratégias mais marqueteiras do que reais ganhos na prática, como o uso de uma quantidade absurda de memória RAM, o mercado de smartphones nos últimos anos tem se baseado em uma luta ferrenha pelo melhor conjunto de câmeras, a cada novo lançamento os principais fabricantes tentam se reinventar nesse quesito.

Parte dessa reinvenção não está mais concentrada apenas em tentar impactar o público com muitos megapixels, passa também pelo conjunto de sensores e agora pela capacidade de zoom.

No ano passado a Huawei causou com seu P30 Pro com capacidade de zoom digital de até 50x, com direito a permitir fotografia da lua, em um modo especial. A Samsung com a linha Galaxy S20 também embarcou nessa onda do “zoom infinito”. O modelo topo dessa família, o Galaxy S20 Ultra conta com zoom digital de até 100x, baseado no módulo de periscópio 4x, recurso chamado pela Samsung de “Space Zoom”.

Nos outros dois modelos da linha, o Galaxy S20 e S20+, o zoom ótico, isto é, sem perdas, será de até 3x (no 20 Ultra é até 10x – seguindo o Oppo Reno, que foi apresentado algumas semanas antes), enquanto o zoom digital será de até 30x. Assim como no caso do P30 Pro, ao atingir sua capacidade máxima de zoom, a imagem fica bastante degrada, o recurso de zoom de 100x é interessante e com certeza chama a atenção do consumidor mas a qualidade final é bastante comprometida, porém o resultado final do S10 Ultra pode ser melhor no momento pela questão do sensor utilizado, 108 MP, ao contrário do P30 Pro com 40 MP e 48 MP do Oppo Reno.

Passamos agora para o conjunto de sensores utilizado pelos novos aparelhos da Samsung, já que nem de só zoom vive uma câmera. No caso do Galaxy S20 há um arranjo com três sensores: 12 MP com abertura f/1.8; sensor de 64 MP com abertura f/2.0; grande angular de 12 MP com abertura f/2.2.

O Galaxy S20+ utiliza a mesma configuração, mas um sensor TOF foi adicionado para gerenciar melhor a profundidade de campo no modo retrato. . No caso do melhor aparelho da linha, o Galaxy S20 Ultra, o destaque fica por conta do sensor de 1080 MP com abertura f/1.8). Esse sensor utiliza nine binning para mesclar nove pixels em um, a fim de capturar mais luz e fornecer imagens de 12 megapixels. Portanto, apenas o S20 Ultra se beneficia deste novo sensor. Os três aparelhos conseguem gravar vídeos na resolução 8K a 30 fps.

Para a transmissão do evento Unpacked a Samsung utilizou o Galaxy S20 ultra; a resolução escolhida foi o Full HD.

Na frontal, o trio Galaxy S20 usa um design de tela perfurada para abrigar a câmera destinada a registrar selfies. Ao contrário do S10 com uma câmera selfie posicionada no canto, a do S20 é colocado no meio, semelhante ao Note10 e A Series deste ano. A câmera frontal do Galaxy S20 e 20+ é de 10 MP, enquanto do Galaxy S20 Ultra é 40 MP.

Outras características do Samsung Galaxy S20

Os três modelos contam com o processador octa-core Exynos 990, a versão mais básica dos aparelhos contam com 128 GB de armazenamento interno UFS 3.0, garantindo uma troca de dados mais rápida que o S10, com armazenamento UFS 2.1. Assim como o Xiaomi  Mi 10, os novos Galaxy contam com memória RAM do padrão LPDRR5, chips de memória oficializado pela Samsung no ano passado. Em comparação com os chips LPDDR4X da geração anterior, a nova memória oferece 1,3 vezes melhor largura de banda (5500 Mbps contra 4266 Mbps para um chip).

O sistema operacional é o Android 10 que roda com a interface One UI2.0 da Samsung.  Todos os três modelos Galaxy S20 suportam redes 5G. É bom pontuar que nem todos os smartphones Galaxy S20 oferecem a mesma experiência 5G. Se você deseja comprar um novo Galaxy S20 e talvez usar a rede 5G, essa é uma observação importante a saber.

A diferença é que o modelo Galaxy S20 pode usar apenas a rede 5G Sub-6. Enquanto o Galaxy S20 + e o S20 Ultra suportam redes 5G Sub-6 e mmWave.

Basicamente, as redes móveis 5G são divididas em duas categorias. Um está disponível na banda abaixo de 6GHz (também conhecido como Sub-6) e o outroa está disponível na banda acima de 24GHz (também conhecido como mmWave, devido ao seu curto comprimento de onda).

As principais diferenças entre esses dois tipos de 5G são a velocidade e a cobertura do download de dados. O Sub-6 oferece uma cobertura mais ampla e consistente, mas a velocidade máxima de download de dados é apenas 20% maior que a do 4G LTE. Então, você realmente não sentirá a diferença entre as velocidades de rede 5G e 4G.

Em mWave é exatamente o oposto. Velocidades de download de dados super rápidas em comparação com 4G LTE. No entanto,  também há uma grande desvantagem, a propagação do sinal, por isso que os representantes das operadoras mundo afora sempre mencionam que para o melhor do 5G mais ERBs (estações rádio base) precisam ser instaladas.

Os aparelhos não contam com conector 3,5mm e seus alto-falantes entregam a tecnologia Dolby Atmos.

Especificações

Confira abaixo as especificações dos três modelos que compõe a família Galaxy S20:

Galaxy S20

Tela: SuperAMOLED de 6,2 polegadas com resolução 3200 x 1440 pixels e 563 ppi de densidade de pixels;

Processador: Exynos 990;

GPU: Mali-G77 MP11;

Memória RAM: 8 GB, 12 GB LPDDR5;

Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB;

Conjunto de câmeras traseiras: 12 MP (F / 1,8); ultra-wide (120º) de 12 MP (f/2.2) e telefoto de 64 MP (f/2.0);

Câmera frontal: 10 MP (f/2.2)

Biometria: leitor de digitais sob a tela;

Conectividade: 5G NSA Sub-6, WiFi 6, Bluetooth 5.0, USB-C, NFC, GPS, Galileo, Glonass, BeiDou – compatível com eSIM;

Bateria: 4000 mAh;

Sistema operacional: Android 10 Q com interface Samsung One UI.

Dimensões: 69,1 x 151,7 x 7,9 mm;

Peso: 163 gramas

Galaxy S20+

Tela: SuperAMOLED de 6,7 polegadas com resolução 3200 x 1440 pixels e 525 ppi de densidade de pixels;

Processador: Exynos 990;

GPU: Mali-G77 MP11

Memória RAM: 8 GB, 12 GB LPDDR5;

Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB;

Conjunto de câmeras traseiras: 12 MP (F / 1,8); ultra-wide (120º) de 12 MP (f/2.2) e telefoto de 64 MP (f/2.0); TOF VGA (f/1.0);

Câmera frontal: 10 MP (f/2.2)

Biometria: leitor de digitais sob a tela;

Conectividade: 5G NSA Sub-6, WiFi 6, Bluetooth 5.0, USB-C, NFC, GPS, Galileo, Glonass, BeiDou – compatível com eSIM;

Bateria: 4500 mAh;

Sistema operacional: Android 10 Q com interface Samsung One UI.

Dimensões: 73,7 x 161,9 x 7,8 mm;

Peso: 186 gramas.

Galaxy S20 Ultra

Tela: SuperAMOLED de 6,9 polegadas com resolução 3200 x 1440 pixels e 511 ppi de densidade de pixels;

Processador: Exynos 990;

GPU: Mali-G77 MP11

Memória RAM: 12 GB, 16 GB LPDDR5;

Armazenamento interno: 128 GB, 512 GB;

Conjunto de câmeras traseiras: 108 MP (F / 1,8); ultra-wide (120º) de 12 MP (f/2.2) e telefoto de 48 MP (f/3.5); TOF VGA (f/1.0);

Câmera frontal: 40 MP (f/2.2)

Biometria: leitor de digitais sob a tela;

Conectividade: 5G NSA Sub-6, WiFi 6, Bluetooth 5.0, USB-C, NFC, GPS, Galileo, Glonass, BeiDou – compatível com eSIM;

Bateria: 5000 mAh;

Sistema operacional: Android 10 Q com interface Samsung One UI.

Dimensões: 76 x 166,9 x 8,8 mm;

Peso: 220 gramas.

Preço e disponibilidade

Os novos Galaxy chegarão ao mercado no dia 6 de março. Confira abaixo os preços na Europa:

Galaxy S20 – a partir de 929 euros (R$ 4.393, em conversão direta) para a versão 4G / a partir de 1.029 euros (R$ 4.866, em conversão direta) para a versão 5G.

Galaxy S20+ – a partir de 1.029 euros (R$ 4.866, em conversão direta) para a versão 4G / a partir de 1.129 euros (R$ 5.339, em conversão direta) para a versão 5G.

Galaxy S20 Ultra – esse modelo tem apenas versão 5G, custa a partir de 1.379 (R$ 6.522, em conversão direta).

Fonte: Hardware

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias