Sabado, 27 de Julho de 2019 - 09:14 (Entretenimento)

L
LIVRE

‘FUI ENGANADA POR PESSOAS QUE SÓ QUISERAM SE APROVEITAR’, DIZ NAJILA

A modelo voltou a conceder uma entrevista para falar do caso em que acusa o jogador Neymar de estuprá-la em Paris, no dia 15 de maio


Imprimir página

Após tentar se afastar dos holofotes, a modelo Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro, voltou a dar entrevista e comentar o caso, que teria acontecido em Paris, no dia 15 de maio. Ao portal UOL, a modelo disse que foi “enganada por pessoas que só quiseram se aproveitar da minha situação deplorável”.

Ela afirmou que, ao conceder a primeira entrevista na televisão, estava “extremamente dopada” e, depois disso, a história mudou. “E eu, que já estava achando que estava recebendo apoio, houve um reverso e meu sofrimento aumentou. Após a entrevista pré-ordenada, a história foi totalmente distorcida de propósito, passando a ser divulgada na mídia como se eu fosse uma aproveitadora”, reclamou.

Para a modelo, algumas pessoas se aproximaram, mas sem o intuito de ajudar. “sinto que se aproveitaram do meu desespero, do meu trauma e desorientação”, avaliou. Najila afirmou que faz acompanhamento psiquiátrico e diz se sentir melhor desde que a história veio à tona.

Najila classificou o depoimento do ex-marido, Estivens Alves, como desnecessário. Em entrevista nessa quinta-feira (25/07/2019), o modelo afirmou que não houve estupro. “Estivens não pode afirmar nada com total convicção porque ele não estava lá. Deve ser levado em consideração que ele é meu ex e não sabe da minha vida, sequer sabia que eu ia viajar. Então, como pode ser testemunha-chave?”, questionou a modelo.

Apesar de sofrer retaliações, como afirmou Najila, ela disse que não vai desistir do caso. “Essa luta se tornou bem maior do que eu imaginava. Estou tentando fugir dela, mas vou me recuperar para enfrentá-la. Acho que é meu karma”, completou.

Fonte: 015 - Metrópoles

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias