Sexta-Feira, 02 de Agosto de 2019 - 10:05 (Cultura)

L
LIVRE

FORRÓ DA DONA LUZIA É DIA 17 DE AGOSTO, NO CLUBE DA OAB

Maior Forró realizado em Porto Velho, já está em suá décima edição


Imprimir página

Faltam poucos dias para a realização daquele que já se tornou o maior evento de forró da Capital rondoniense. O Forró da Luzia, que já está em sua 10ª edição, já tem data certa. É dia 17 de agosto, um sábado, a partir das 22h, desta vez no Clube da OAB. "Escolhemos este local porque o evento ganhou grande proporção e o Clube da OAB oferecerá melhor estrutura, com banheiros e área maior, tudo para receber bem o público presente", afirmaram Hemerson Reis e Evandro Reis, informando ainda que este ano a festa vai contar com duas atrações: uma banda do município amazonense Manicoré (local de onde surgiu o Forró da Luzia), e a Sun Country, de Porto Velho.

As mesas e ingressos já estão disponíveis e podem ser adquiridas antecipadamente pelo cel. (69) 9 8448-2662.

AÇÃO SOCIAL

Todos os anos parte da renda do evento é destinada a alguma ação social. "Esse ano nós vamos entregar as cestas básicas que sempre costumamos arrecadar a CAARO, que é a Caixa de Assistência Social da OAB/RO, que através do presidente Juscelino Amaral sempre realiza ações sociais envolvendo seus associados", explicou Evandro Reis.

O deputado Eyder Brasil também abracou a tradição e ajudará no evento com apoio Cultural. "Muito importante sse tipo de evento, que fomenta cultura no nosos Estado, também entretenimento para toda a família e ainda o giro da economia em Porto Velho", destacou.

DECORAÇÃO

A exemplo das edições anteriores, a décima edição do Forró da Luzia vai contar com toda uma decoração de frutas regionais da terra dos Bacuraus, como são apelidados os nascidos em Manicoré.

COMIDAS REGIONAIS

Também não vai faltar no Forró da Luzia os deliciosos pratos regionais como o pirarucu desfiado e vatapá. E

TRADIÇÃO

O Forró da Luzia é uma festa tradicional que existe há 50 anos no município de Manicoré. Os nascidos naquele município amazonense, que moram na Capital, a exemplo de Evandro Reis e Hemerson Reis, decidiram então realizar o evento em Porto Velho para manter a tradição e matar as saudades dos "bacuraus" em Rondônia.

Fonte: 015 - Yalle Dantas

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias