Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019 - 14:48 (Agronegocios)

L
LIVRE

FOMENTO AO AGRONEGÓCIO E FORTALECIMENTO DA SEGURANÇA PÚBLICA SÃO TEMAS DEBATIDOS PELO GOVERNADOR MARCOS ROCHA EM MISSÃO NO PERU

O agronegócio é um setor estratégico em Rondônia, especialmente com a produção de grãos, carne bovina, café, peixe, negócios interessantes para o mercado internacional.


Imprimir página

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, realiza uma agenda em Lima desde segunda-feira (10) em missão oficial para estreitar o relacionamento bilateral entre o Brasil e Peru. Acompanhado de uma delegação de parlamentares e do governador do Acre, Gladson Cameli, ele busca um esforço conjunto para fortalecer áreas estratégicas e essenciais para o desenvolvimento econômico e social do Estado como o agronegócio e a segurança pública, assim também como melhorar as conectividades terrestre, aérea e fluvial, e a promoção do turismo entre os países.

Uma das agendas da delegação do Brasil foi com o ministro do interior do Peru, Carlos Moran, juntamente com vice-ministro da segurança pública e o comandante geral da Polícia Nacional.

Na reunião, as autoridades de ambos os países concordaram quanto à necessidade de aumentar a cooperação para enfrentar as ameaças comuns nas zonas de fronteira.

O governador também participou de reunião com a ministra da agricultura do Peru, Fabiola Muñoz, onde foram compartilhadas ideias e interesses sobre como aumentar o comércio de produtos agrícolas e promover, assim, o desenvolvimento das regiões fronteiriças de ambos os países.

O agronegócio é um setor estratégico em Rondônia, especialmente com a produção de grãos, carne bovina, café, peixe, negócios interessantes para o mercado internacional.

Marcos Rocha também já participou durante a missão oficial do Encontro Binacional de Governadores da Fronteira Peru-Brasil, com a presença ministro das Relações Exteriores do Peru, Embaixador Néstor Popolizio e foi recebido pela primeira vice-presidente do Congresso peruano, Leyla Chihuán, para pontuar os interesses comuns entre os países.

Esteve em encontro com a Câmara Binacional de Integração do Comércio Peru-Brasil (Capebras), que também incluiu representantes da Câmara Nacional de Comércio, Produção, Turismo e Serviços (Perucamaras) e Associação de Exportadores (Adex); e participou de uma sessão de trabalho da Comissão de Comércio Exterior do Congresso Peruano.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias