Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019 - 14:58 (Geral)

L
LIVRE

FIOCRUZ PROMOVE EVENTO QUE REÚNE PRODUTORES DE VACINAS

Encontro reunirá (21 a 24/10) Rede de Produtores de Vacinas dos Países em Desenvolvimento e contará com participação da diretora Opas, Carissa Etienne, além de representantes da OMS, da Unicef, da Fundação Bill & Melinda Gates, dentre outras instituições


Imprimir página

“Vacinas, inovações para o bem”. Com esse lema, a Rede de Produtores de Vacinas dos Países em Desenvolvimento (DCVMN, na sigla em inglês) realiza sua 20ª Reunião Geral Anual entre 21 e 24 de outubro no Sheraton, no Rio de Janeiro. O encontro dá a largada para a comemoração dos 120 anos da Fundação Oswaldo Cruz e contará com visitação aos laboratórios de produção de vacinas da Fiocruz, que fazem parte de seu Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

A Reunião Anual Geral que a rede trará para o Rio de Janeiro terá a participação de 59 especialistas do Brasil e de outros 13 países. Serão discutidos temas como os avanços tecnológicos na área, acesso equitativo a vacinas no mundo, questões regulatórias e estratégias, os desafios atuais da indústria com ênfase na atuação dos países em desenvolvimento e oportunidades de parcerias.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, participará do encontro por videoconferência. Estarão presentes, dentre outros, a diretora-geral assistente para acesso a medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos da OMS, Mariângela Simão; o subdiretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Jarbas Barbosa; a diretora da Divisão de Suprimentos do Unicef, Etleva Kadilli; o CEO do GAVI Alliance, Seth Berkley; e representantes da Anvisa.

Criada em 2000, a iniciativa DCVMN abrange atualmente 50 produtores de 17 países e territórios, que fabricam e fornecem mais de 40 tipos de vacinas em diversas apresentações, totalizando 200 produtos, sendo 40 deles pré-qualificados pela OMS. O objetivo da rede é fortalecer e alavancar a produção e a inovação para atender aos desafios de saúde global com vacinas eficazes, efetivas e acessíveis para todos.

Embora a Reunião Geral Anual (AGM) seja um evento para os membros da rede, o encontro contará com a presença de mais de 300 inscritos vindos de 34 países. Estarão presentes produtores públicos e privados de países em desenvolvimento, organismos multilaterais, organizações não governamentais, fornecedores, e instituições de fomento à produção, pesquisa, desenvolvimento e inovação.

A Fiocruz, por meio de Bio-Manguinhos, desempenha importante papel na contenção da febre amarela em nível global, tendo sua vacina pré-qualificada pela OMS desde 2001, o que a torna apta a ser adquirida pelas Agências das Nações Unidas. Desde então, mais de 160 milhões de doses foram exportadas, abrangendo mais de 70 países endêmicos.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias