Terça-Feira, 27 de Agosto de 2019 - 17:56 (Agricultura)

L
LIVRE

FINANCIAMENTO - PROGRAMA NACIONAL DE CRÉDITO FUNDIÁRIO PASSA POR RESTRUTURAÇÃO E VAI BENEFICIAR MAIS FAMÍLIAS DE RONDÔNIA

Podem ser beneficiários pessoas a partir de 16 anos, emancipado, com comprovação de atividade rural de 2 anos, ou estudante de escola agro técnica.


Imprimir página

O Programa Nacional de Crédito Fundiário passa por reestruturação para reduzir a burocracia, destravar obstáculos e criar condições que garantam aos trabalhadores, através desta iniciativa, comprar imóvel rural por meio de financiamento ou use os recursos financiados para estruturação da propriedade e do projeto produtivo. Para Rondônia, estado com potencial para o agronegócio, a mudança abre espaço para que mais famílias sejam beneficiadas.

”A proposta do governo federal é tornar os caminhos mais curtos para os trabalhadores rurais, sem burocracias e dificuldade no período de negociação da terra”, explicou a coordenadora em Rondônia pela a Unidade Técnica Estadual (UTE), Fabiana Back Locks, executora do programa junto com a Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri).

Ainda segundo a coordenadora, até julho de 2019, os trabalhos foram concentrados na avaliação de propriedades e vistoria social, agora o Departamento de Crédito Fundiário autorizou novas contratações até o final do ano ainda no formato atual, até o termino de sua modificação.

Podem ser beneficiários pessoas a partir de 16 anos, emancipado, com comprovação de atividade rural de 2 anos, ou estudante de escola agro técnica.  Até 65 anos, o prazo é maior, comprovação de 5 anos de atividade rural. O valor do financiamento por área é de até R$ 140 mil, incluindo as taxas, com 3 anos de carência e até 25 anos para pagar.

CONTRATAÇÃO

A previsão para este ano é contratação de 400 propostas. Apenas no município de Parecis existem 200 proponentes em uma única propriedade. Esse já sinaliza que será um projeto grande, talvez um dos maiores do País.

E mais municípios já demostraram interesse no acesso ao crédito. A coordenadora do Crédito Fundiário no Estado, Fabiana Back, recebeu recentemente um grupo de proponentes do município de Candeias do Jamari, que estão com suas propostas encaminhadas e buscavam acompanhar como estava o processo.

Fabiana esclareceu que as propostas que estão na Unidade Técnica Estadual foram encaminhadas para a Sedam onde passam por uma consulta ambiental para garantir que se tratam de projetos de desenvolvimentos que respeitam a legislação ambiental.

SATISFAÇÃO

Morador do município de Candeias do Jamari, Cristiano Moreira é um dos pretensos de uma área na BR- 364 e disse está ansioso para realizar o sonho ter sua terra e seu próprio negócio.

“Eu quero trabalhar por conta, plantar, criar meus animais, essa é uma oportunidade para quem não tem condições financeiras poder pagar parcelado e em muitas prestações”,disse Cristiano.

JOVENS

Um projeto que está sendo trabalhado, para ganhar mais força em Rondônia, é o Crédito Fundiário para os jovens. De acordo com o secretário de Agricultura de Rondônia, Evandro Padovani, a projeção para 2020 é fazer uma programação de atendimentos e palestras nas escolas agro técnicas. ”Faremos o fluxo inverso,  as ações se iniciarão durante o terceiro ano, para vamos criar mecanismos para facilitar, quando ele voltar já ir direto para a sua propriedade e colocar em prática tudo o que aprendeu no curso profissionalizante”, ressaltou Padovani.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias