Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019 - 18:08 (Educação)

L
LIVRE

FCR E UNIVALI INICIAM AULA DAS PRIMEIRAS TURMAS DE MESTRADO E DOUTORADO EM EDUCAÇÃO

A primeira temática estudada durante o primeiro encontro é "Estudos avançados em Políticas Públicas Educacionais".


Imprimir página

Começou na última terça-feira (21/05) e termina nesta quinta-feira (23/05), na Faculdade Católica de Rondônia (FCR), o primeiro módulo do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação (PPGE) da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em nível de Mestrado e Doutorado, através da parceria inédita em Rondônia. O PPGE possui o conceito 5 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A primeira temática estudada durante o primeiro encontro é "Estudos avançados em Políticas Públicas Educacionais". O PPGE traz duas linhas de pesquisa, sendo esta primeira sobre Políticas Públicas e a outra e sobre o contexto e práticas educativas.

Verônica Gesser, pós-doutora em Educação, responsável pela aplicação do primeiro módulo ressaltou o seguinte: "Como as Políticas Públicas incorporam e impactam todas as práticas educativas independentemente de quais modalidades estão vinculadas. A gente analisa o cenário internacional (que traz um contexto capaz de influenciar o processo de criação das políticas públicas educacionais), depois estuda e mapeia essas políticas públicas educacionais e faz uma análise em torno destas [Políticas Públicas]. Por fim, a professora aponta que "os projetos dos mestrandos e doutorandos terão algum tipo de vínculo com uma política pública", informou.

PROPOSTAS DE TESES NO CONTEXTO AMAZÔNICO

Ainda de acordo com Gesser, "as expectativas são significativas sobre as propostas de pesquisas que devem ser trabalhadas pelos mestrandos e doutorandos. Os assuntos versam sobre as políticas de currículo, por exemplo, da Educação Básica, às Políticas de expansão do Ensino Superior, incluindo a Pós-Graduação".

Um dos projetos propõe refletir sobre a Mediação da Educação numa comunidade ribeirinha [Distrito de Calama, região do Baixo Madeira, em Porto Velho/RO], onde o acesso é por barco. "Na localidade há uma escola, onde as aulas são gravadas e enviadas via satélite e transmitidas (...). Os responsáveis pela referida escola são tutores. Veja só o impacto da análise de um programa como este em vários sentidos, tanto do acesso à Educação como do impacto no desenvolvimento local e regional. Considero estratégico um projeto como esse".

Para Verônica Gesser, o movimento que está sendo criado, por intermédio do Profº Dr. Fabio Rychecki Hecktheuer [reitor da FCR e coordenador local do PPGE], através da oferta de programas Interinstitucionais para ter o desenvolvimento dos cursos é extremamente significativo. "Isso significa ampliar a formação em nível de Stricto Sensu e ampliar a possibilidade de desenvolvimento da região, de criação de novos programas, de expertises nestas áreas carentes deste nível de qualificação", concluiu.

Fonte: 010 - Assessoria de Comunicação e Marketing (ACM)

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias