Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020 - 09:35 (Curiosidades)

L
LIVRE

EXEMPLO: EX-FUNCIONÁRIA DO MCDONALD’S TORNA-SE MODELO INTERNACIONAL

Tanya Mcdonnell foi convidada, via Instagram, para integrar o casting da agência de modelos britânica WModels


Imprimir página

Receber o cliente, anotar o pedido, finalizar a compra e entregar o cupom fiscal. A sequência fazia parte da rotina de trabalho diário de Tanya McDonnell quando trabalhava como caixa na rede de fast food McDonald’s. Durante o tempo vago em meio à atribulada rotina de trabalho, nenhum episódio do reality show americano America’s Next Top Model era deixado para trás. Apesar da admiração pelas modelos e as respectivas carreiras, Tanya não imaginava o improvável: em poucos meses, se tornaria uma modelo internacional.

Uma dos grandes ícones da ex-funcionária da rede americana é a modelo britânica Alexa Chung. Além dela, Tanya era telespectadora assídua do reality show America’s Next Top Model. A admiração despertou em Tanya o sonho de modelar: “Algo que eu sempre quis fazer, mas nunca pensei que poderia. Isso é louco!”, conta a profissional em vídeo publicado no Youtube.

Alguns padrões de beleza estabelecidos pela indústria da moda fizeram Tanya desacreditar que poderia seguir essa profissão. Ela não se achava alta o suficiente, e acreditava que as muitas tatuagens que possui poderiam ser um problema. Ela pensava, também, que o próprio corpo estava fora das medidas.

O perfil no Instagram proporcionou uma nova rotina à jovem. Foi por meio de uma mensagem direta que ela recebeu o convite de uma agência de modelos local. A W Model britânica enxergou potencial nas fotos que Tanya compartilhava para os seus seguidores. As imagens não eram muito produzidas ou editadas, mas resultou em um convite para ser agenciada.

Em seguida, a modelo começou a ser aprovada em seleções de campanhas, a participar de editoriais de moda e até mesmo desfilar em passarelas. Diante das novas oportunidades, Tanya decidiu se dedicar à nova carreira e deixou o cargo que ocupava no McDonald’s, onde recebia ‎7 euros por hora de trabalho.

“Eu não fui a primeira pessoa a trocar de carreira. Isso é normal! Quero que as pessoas saibam que elas podem trabalhar com o que quiserem. Ninguém precisa estar em um local em que não se sinta bem. Se desejam sair do cargo atual, vá”, estimula.

Empolgada, Tanya virou capa do jornal diário Sunderland Echo, distribuído no nordeste da Inglaterra e na cidade local da modelo, Sunderland, no Reino Unido. No vídeo postado pela modelo no Youtube, a beldade comemora a repercussão da nova carreira com matérias no Brasil, Rússia, Israel e Alemanha, por exemplo.

Fonte: Ilca Maria / Métropoles

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias