Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019 - 09:15 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

EX-DETENTO FALA DE CASAMENTO COM AUTORA DO CRIME COMETIDO EM VILHENA E QUE REPERCUTIU EM TODO O BRASIL

“Algumas pessoas me perguntam se eu tenho medo; eu digo que não, pois confio em Deus e acredito na transformação em Cristo”. Vânia foi condenada por ter matado seu ex namorado durante uma relação sexual.


Imprimir página

Luis Fernando dos Santos concedeu uma entrevista em novembro de 2018. Na época, em regime fechado, ele cumpria parte da pena no 3º Grupamento de Bombeiros de Vilhena, com a função de cortar cabelo dos bombeiros mirins e também fazia serviços gerais na unidade. Mas, esse não era o foco da reportagem. Nando, como é conhecido, havia ficado noivo da também detenta Vânia Basílio, hoje com 22 anos, envolvida num crime que repercutiu no país.

Eles se conheceram por um programa evangélico de rádio e se comunicavam através de cartas. Em 16 de janeiro 2019, a união foi selada em uma cerimônia restrita, em um cartório de Vilhena. Após oficializar a união, ambos voltaram aos lugares onde cumpriam penas: Nando, para o 3º GBM, e Vânia para presídio feminino.

Mesmo após o enlace, a comunicação entre os recém-casados prosseguiu apenas de forma escrita. O motivo: apenados do mesmo regime (ambos cumpriam penas no fechado) não podem se encontrar.

Atualmente, Nando migrou para o semiaberto e reabriu seu salão. Com isso, ele contou sobre a história de sua relação com Vânia e ele revelou um pouco sobre esse novo capítulo,  onde semanalmente visita sua esposa.

“Eu casei com ela e desde 16 de janeiro a gente continuou trocando cartas. Tem 60 dias que progredi e estou visitando ela com autorização judicial. Estou super feliz com a Vânia, ela é uma pessoa totalmente normal e algumas pessoas me perguntam se eu tenho medo; eu digo que não, pois confio em Deus e acredito na transformação em Cristo”, disse.

O cabeleireiro comentou que eles conversam sobre o crime que sua esposa cometeu em 2015, e durante os diálogos ela afirma seu arrependimento, mas, a situação não pode ser revertida. Nando pontua que, assim como aconteceu com seus ex-companheiros de cárcere (terem encontrado Jesus e assim deixado o mundo do crime), ele acredita que na vida de Vânia também houve uma grande mudança.

“Hoje eles não têm mais a coragem de fazer o que faziam, e é por isso que eu acredito na transformação de Deus na vida da Vânia; é por isso que eu investi nesse casamento e adquiri uma experiência nesses anos que me faz enxergar quando a pessoa tem a capacidade de mudar ou não; e,  conversando com ela, eu vejo que mudou”, comentou. Além disso, ele acrescenta que o casal vive em constantes campanhas de oração, além de estudarem a Bíblia e Vânia desempenhar um papel de evangelista para suas companheiras de cela.

Atualmente, Vânia é atendida por um psiquiatra e, para também migrar de regime, só depende de um laudo médico, uma vez que já está em regime fechado há quase quatro anos e o tempo de progredir ao semiaberto passou. Nando conta que a certidão carcerária da jovem é boa, e que não comete faltas graves há três anos. Por esse motivo, ela está em regalia presta serviços gerais no interior da unidade prisional.

“Ela cometeu um homicídio, nada justifica, mas, enquanto isso tem políticos que desviam milhões da verba do Estado para a Saúde. Quantas pessoas morrem por causa disso? Eu gostaria que a sociedade enxergasse dessa maneira: julgar é muito fácil, apontar o dedo é muito fácil, mas, o difícil é estar lá, viver o que ele está vivendo. Eu sempre falo para ela que nada justifica o crime que ela cometeu e o que eu cometi, mas nós estamos pagando”, frisou.

O futuro do casal quando Vânia deixar a prisão ainda é incerto, e eles não sabem se continuarão em Vilhena ou irão reconstruir a vida em outra cidade. Mas, Nando afirma que quer formar uma família e um de seus principais planos é, junto com sua esposa, usar a história do passado que tiveram como testemunho para resgatar outras pessoas que ainda estão no mundo do crime, para que não vivam o mesmo sofrimento que eles.

“Eu estou vivo, e enquanto há vida, há esperança. Eu não vou desistir de Deus porque Ele não desistiu de mim, e também não vou desistir da Vânia porque eu estou feliz com ela”, finalizou.

Fonte: 015 - folha do Sul Online

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias