Sexta-Feira, 03 de Maio de 2019 - 08:34 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

ESPERANÇA: FILHO PROCURA EM RONDÔNIA PELA MÃE QUE NÃO VÊ HÁ 34 ANOS

Jossie Anselmo da Silva escreveu uma carta em um grupo de WhatsApp formado por pessoas que ajudam localizar pessoas desaparecidas e afastadas de seus parentes por muitos anos.


Imprimir página

Um homem de 39 anos, casado, pai de dois lhos, que trabalha como carpinteiro em uma fazenda no estado de Mato Grosso está procurando por sua mãe em Rondônia, seus pais se separaram quando ele tinha 4 anos de idade e sua mãe teria vindo embora para cá.

Jossie Anselmo da Silva escreveu uma carta em um grupo de WhatsApp formado por pessoas que ajudam localizar pessoas desaparecidas e afastadas de seus parentes por muitos anos.

Com muita sinceridade, e riqueza de detalhes, Jossie conta sobre sua vida na esperança de reencontrar sua mãe em

Rondônia.

LEIA A CARTA DE JOSSIE:

Oi, Boa noite! Meu nome é Jossie Anselmo da Silva estou à procura de minha mãe o nome dela é Natálina Martins.

Meu pai se chama José Anselmo da Silva Filho, ele me pegou juntamente com meu irmão mais velho e foi para Rondônia, largou minha mãe com o filho mais novo.

Quando eles se separaram nós morávamos em Vila Bela da Santíssima Trindade, em Mato Grosso, na fazenda de

António mingüim, minha mãe foi se embora com o peão da fazenda de nome Paulo.

O nome de meus avós maternos são José Martins e Joana Martins, os avós paternos são José Anselmo da Silva e

Francisca Anselmo da Silva.

Eu nasci em São Miguel do Iguaçu (PR), e tomei conhecimento que ela está em Rondônia, na região do município de Cerejeiras do Oeste

Meu irmão mais velho se chama Reinaldo Anselmo da Silva e o mais novo eu me lembro de que se chamava Fernando.

Eu nasci no dia 09 de dezembro de 1979, tenho 39 anos, o meu irmão mais velho nasceu no dia 10 de dezembro de

1976, e ele hoje tem 42 anos.

Por favor, quem souber notícias pode entrar no meu zap o número e 065 9 9802 3778, pois já procuro por ela há 35 anos.

Fonte: 015 - Correio Central

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias