Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 - 11:47 (Geral)

L
LIVRE

ESCOLA DO LEGISLATIVO CAPACITA FORÇAS DE SEGURANÇA EM LIBRAS

O curso de Libras encerrado na sexta-feira, foi aplicado a membros das polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal, Penal, Infraero e Detran.


Imprimir página

Iniciado no último dia 3 de fevereiro, foi encerrado na manhã do dia 14 o curso Básico de Libras, da Escola do Legislativo (EL) a representantes de áreas de segurança, trânsito e mobilidade do Estado. A solenidade de entrega de certificados ocorreu na sede da escola da Assembleia Legislativa (ALE) em Porto Velho. Foram duas semanas de curso com 40 horas/aula.

A língua de sinais é a segunda no Brasil e, vem ganhando espaços na interatividade entre as pessoas. A escola da ALE, que é referência no ensino de Libras não se limita, apenas, a capacitar os servidores, mas também tem parcerias com câmaras de vereadores, prefeituras, órgãos e entidades públicas (federal, estadual e municipal) e abra vagas para a comunidade.

O curso de Libras encerrado na sexta-feira, foi aplicado a membros das polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal, Penal, Infraero e Detran. Após a avaliação da equipe de pedagogia de escola, foram entregues os certificados de conclusão.

“É com muita satisfação e orgulho que estamos encerrando mais um curso de enorme relevância a todos os segmentos da sociedade, ato possível, graças ao presidente da ALE, Laerte Gomes (PSDB) e os demais deputados. A escola, além de capacitar nossos servidores tem parcerias com outros órgãos e entidades contribuindo para ampliar a inclusão social da população”, disse o diretor geral da escola, Fábio Ribeiro, que coordenou a solenidade.

Membros da Mesa de Honra e representantes dos parceiros participaram da entrega de certificados e vários deles, destacaram a importância da escola da ALE na capacitação das pessoas favorecendo a interatividade com a comunidade surda.

O delegado do Denarc, Adilson Almeida Júnior, falou da importância da escola no processo de relacionamento humano, pois o aprendizado em Libras “é o primeiro passo a levar os policiais à fluência”. O representante do comando geral da PRF, Rommel Pessoa Dantas agradeceu a parceria com a escola. Disse que a corporação, tem 5% do efetivo habilitados em Libras “e agora tem a oportunidade de ampliar a comunicação com a comunidade surda”.

Também participaram da mesa a delegada adjunta da Polícia Civil (PC), Alessandra Paraguassu; superintendente do Aeroporto Internacional Jorge Teixeira de Oliveira, Fabiana Oliveira Borges Salgado; comandante do Bptran, major Luís Carlos Garibaldi; diretor do Centro de Ensino da PM, major Washington Soares; representante da direção geral do Detran, Claudione Almeida da Silva e diretor adjunto do Centro de Ensino da PM, capitão Adenilson Chagas.

Fonte: 011 - assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias