Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019 - 08:53 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

EMPRESA RECEBE SELO VERDE ESTADUAL EM RONDÔNIA

O selo foi criado para agregar valor aos produtos e sub-produtos oriundos de unidades de conservação estaduais e para empresas que contribuam com o desenvolvimento sustentável das mesmas


Imprimir página

Conforme Portaria n° 384, de 28 de dezembro 2017, que Cria o Selo Verde, o selo funciona como um certificado de boas práticas sustentáveis a ser concedido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) a entidades públicas ou privadas.

Para receber o selo, as entidades devem se encaixar em algumas situações, como a utilização de matéria prima de origem extrativista de Unidades de Conservação de Uso Sustentável instituídas pelo Estado de Rondônia, contribuindo para a preservação, o desenvolvimento, a proteção e a recuperação do meio ambiente; e o desenvolvimento de ações que tenham por objetivo a melhoria da qualidade de vida da população tradicional residente em Unidade de Conservação instituída pelo Estado de Rondônia.

No último dia 13, em evento realizado na Unidade de Conservação Rio Preto Jacundá, a empresa Madrex foi agraciada com os dois Selos Verdes existentes. A empresa é parceira da Associação de Moradores da Reserva Extrativista Rio Preto-Jacundá (Asmorex) e possui o direito de exploração sustentável da unidade de conservação, cumpriu com todos o quesitos exigidos pela portaria e agora ganha o direito de ostentar o selo verde estadual por um ano, após o período, a mesma pode pleiteá-lo novamente, caso esteja em dias com suas obrigações ambientais.

O selo foi criado para agregar valor aos produtos e sub-produtos oriundos de unidades de conservação estaduais e para empresas que contribuam com o desenvolvimento sustentável das mesmas, sendo assim a empresa Madrex terá direito em estampar o selo verde em todos os seus produtos. A madeira saíra com certificado de origem de unidade de conservação que valorizará e divulgará a unidade Rio Preto Jacundá, localizada em Machadinho do Oeste.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Ambiental, Elias Rezende, foi uma grande satisfação e felicidade saber que uma empresa aplica tão bem as técnicas de exploração de impacto reduzido dentro de uma unidade de conservação estadual, e que pela primeira vez em toda a história o Governo de Rondônia pode-se dizer que existe uma exploração em  floresta pública estadual certificada com um selo verde.

Rezende finalizou dizendo que são esses os exemplos que o governador Marcos Rocha busca, mostrar que é possível explorar de forma sustentável, gerando emprego e renda.

Denison Trindade

Fotos: Lívia Balbino Guimarães

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias