Domingo, 28 de Outubro de 2018 - 22:14 (Eleições 2018)

L
LIVRE

EM COLETIVA, CORONEL ROCHA AFIRMA QUE ESCOLHEU TRÊS SECRETÁRIOS E DISPARA: 'SE PISAREM NA BOLA, ESTARÃO FORA!'

Na entrevista, ele disse ainda sobre quebrar contratos inúteis e enxugar a máquina pública.


Imprimir página

Durante sua primeira coletiva à imprensa como governador eleito de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL) falou hoje (28) sobre os comissionados do primeiro escalão e já mandou um recado direto aos seus futuros secretários: “Se pisarem na bola, estarão fora do meu governo!”. Na entrevista, ele disse ainda sobre quebrar contratos inúteis e enxugar a máquina pública.

“Eu tenho três nomes pensados. Ainda não conversei com eles. São pessoas competentes. Não posso errar, por isso estou pensando muito. (...) Não posso falar nos nomes. Mas, caso aceitem uma secretária ou qualquer um dos meus secretários pisar na bola, estarão fora do meu governo! Eu não devo nada para ninguém, apenas para a população. Dia primeiro será a nossa guinada”, disparou ele mantendo mistério.

Questionado sobre os primeiros atos após comemoração das eleições, Coronel Rocha disse que vai manter contato com o atual governador, Daniel Pereira (PSB) e falará sobre a transição de governo.

“Vamos montar uma equipe, de inteligência e transição, para combater a corrupção. Uma equipe que vai conseguir alinhar o estado. Tenho certeza que o Daniel Pereira, vai deixar um lugar preparado pra gente. Quero uma transição de paz, e um governo de paz. Vamos mudar de verdade”, respondeu e acrescentou: “Se achar algum contrato que não tem grandes utilidades, irei cancelar. Quero fazer um enxugamento da máquina. Isso é um aspecto primordial que vai sobrar dinheiro para aplicar em ações para a população”.

Marcos Rocha disse que também vai manter contato com o presidente eleito da república, Jair Bolsonaro (PSL). “Amanhã vou sentar e começar a pensar na equipe de transição. Vou ligar para o Bolsonaro e alinhar essa situação. É início de algo novo para mim, é a primeira ação após comemoração da vitória”.

O governador eleito afirmou que não vai deixar o poder interferir na sua vida e que vai agir com pulso firme contra a corrupção. “Eu não deixarei o poder chegar à minha cabeça. O poder é efêmero. Eu sou um homem simples que gosta de brincar, um homem de família e temente a Deus, e não quero mudar meu jeito de ser. Já fui muito humilhado, hoje estou sendo exaltado”, falou.

Sobre o resultado das eleições, o governador eleito disse que não foi surpresa. “Eu via o olhar da população. Eu via as senhoras, os cadeirantes, as criança depositando um voto de confiança no meu nome. Isso tudo mexeu comigo. Isso provou que a população já me conhecia. Foi um recado de que não aguentamos mais tanta corrupção”, finalizou.

Coronel Marcos Rocha foi eleito com 530.188 votos o que corresponde a 66,34%. Ele derrotou Expedito Júnior (PSDB) que acumulou 269.032 votos  registrando 33,66%. 

 

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias