Sexta-Feira, 29 de Janeiro de 2016 - 14:25 (Dica de Leitura)

L
LIVRE

DICAS PARA TER SUCESSO EM PROCESSOS SELETIVOS E CONSEGUIR UM NOVO EMPREGO

Do currículo às dinâmicas de grupo, coach Bob Floriano ensina como conquistar uma vaga no mercado de trabalho


Imprimir página

O primeiro trimestre é a melhor época para conseguir um novo emprego. Isso acontece porque as empresas já têm o planejamento traçado e para alcançar as metas propostas, precisam investir na contratação ou substituição de seus colaboradores, abrindo assim os processos seletivos.

Bob Floriano, coach especialista em carreiras e desenvolvimento profissional, dá dicas preciosas para quem quer ter sucesso em todas as etapas da seleção e conquistar a tão sonhada oportunidade no mercado de trabalho. Confira a seguir:

Currículo

Considerado o cartão de visitas do candidato, o currículo deve conter informações atualizadas, precisas e relevantes para a vaga oferecida. Expor talentos e competências é possível desde que contribua para o desenvolvimento profissional.

Cursos, seminários e atividades extras podem ser um diferencial, porém, só devem constar no currículo caso estejam alinhados com a função ou segmento do cargo pretendido. “Colocar cursos e especializações que não foram feitos é um dos principais erros cometidos. Tudo se descobre com a internet!”, alerta Bob Floriano.

A pretensão salarial faz parte de seus propósitos profissionais e, por isso, deve estar no seu currículo de forma clara.

Se houver dificuldade, é fundamental procurar ajuda para formatar o currículo de maneira adequada. Existem muitas ferramentas, inclusive gratuitas, para esse fim.

Dinâmicas de grupo

A dinâmica de grupo é uma projeção para futuros relacionamentos internos e a reação às dificuldades e desafios. Através das simulações, o recrutador quer avaliar o posicionamento do futuro colaborador diante de situações adversas. Por isso, o especialista recomenda que o candidato não fique nem apático e nem tente aparecer demais. “O candidato deve chamar a atenção por sua eloqüência, por saber se expressar bem e claramente”, orienta.

Bob também aconselha a agir o mais natural possível. “Se você usa frases que não usaria normalmente e tenta fazer algo que geralmente não faria, o avaliador percebe que aquilo é falso, o que conta pontos negativos”.

Entrevistas

Na maioria dos processos seletivos, a entrevista é a última etapa para conseguir o emprego e para se sair bem, Bob traça algumas recomendações do que fazer e o que evitar.

Recomendações:

Faça uma pesquisa completa sobre a empresa, seus propósitos e forma de atuação no mercado;

Vista-se de maneira formal e adequada à ocasião. “Sua apresentação pessoal é um reflexo do quanto você pode cuidar da empresa e do seu emprego”, ensina.

Surpreenda o entrevistador e mostre-se interessado por todas as novidades do segmento, que está na busca incessante por tudo que é novo;

Clareza nas respostas e demonstração verdadeira do que representa este emprego na sua vida pessoal. “É muito importante colocar suas idéias, pontos de vista e conhecimentos de uma forma compreensível com eficiência. Ter uma comunicação mais assertiva garante pontos extras”, explica Bob.

Treine em casa mesmo uma conversa com personagens de diferentes idades e temperamentos. Essa “simulação” é um ótimo exercício;

Mesmo não tendo a mesma formação dos demais concorrentes, quem tem autoconfiança e consegue passar o que sabe com mais clareza, fica em evidência.

Evite:

 Chegar atrasado;

Usar gírias e palavrões durante as respostas;

Falar mal do emprego anterior ou dos superiores;

Nervosismo e ansiedade atrapalham o desempenho. Por isso, o especialista aconselha: “tenha foco na auto-estima e nos conhecimentos que traz na bagagem pessoal para ser o mais assertivo possível”.

As empresas buscam profissionais inovadores, que surpreendam desde o primeiro contato. “Como não há como prever o perfil do entrevistador, ir à entrevista bem preparado e aberto ao diálogo, demonstrando real interesse na empresa, torna o caminho do sucesso e da conquista ao emprego menos tortuoso”, conclui o coach.

Fonte: assessoria de comunicação

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias