Sexta-Feira, 22 de Março de 2019 - 13:49 (Agricultura)

L
LIVRE

DIA DE CAMPO DEBATE SOBRE A CADEIA PRODUTIVA DO PEIXE

O objetivo é trazer mais profissionalismo para o seguimento e abrir novos mercados para o seguimento.


Imprimir página

Por Alessandro Lubiana

O quarto dia de Campo foi organizado pelo Sebrae Rondônia e Associação dos Criadores de Peixes de Ariquemes e Região (Acripar) e foi realizado na fazenda Juliana em Ariquemes. O objetivo é trazer mais profissionalismo para o seguimento e abrir novos mercados para o seguimento.

O superintendente do Sebrae, Daniel Pereira disse que a piscicultura cresceu em oito anos mais de mil por cento. Daniel disse que o Sebrae precisa de parceiros e que se somando pode implementar uma nova ótica no setor produtivo, que é aumentar eficiência do setor por meio de mais conhecimento. 

O secretário de Agricultura do Estado Evandro Padovani afirmou que é importante que os recursos disponíveis cheguem até os criadores de peixe ao afirmar que não há mais espaço para amadorismo no setor produtivo e destacou a importância da assistência técnica.

O secretário da Sedam de Rondônia Elias Resende de Oliveira disse que a Sedam é uma secretaria de desenvolvimento ambiental e que é preciso encarar esse desafio de desenvolver o setor produtivo integrando com desenvolvimento ambiental. O secretário afirmou é preciso desburocratizar à legislação para não atrapalhar a produção no estado de Rondônia. Disse que as renovações das licenças da piscicultura serão renovadas por meio de um mutirão que analisará mais quatro mil processos relacionados a piscicultura.

Luciano Brandão, diretor presidente da Emater disse que é importante os criadores buscar conhecimento para as melhorias dos setor. Também destacou o alinhamento das várias secretarias estatuais com o setor produtivo de Rondônia.

O presidente da Acripar, Francisco Farina disse que a entidade tem a finalidade de apoiar e desenvolver ações e projetos promovendo o apoio principal à criação de peixes. Farina destacou que o Sebrae é os braços do setor produtivo e que a cadeia do peixe em Rondônia precisa continuar se organizando para buscar melhorias ao setor.

 

 

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias