Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 - 14:57 (Geral)

L
LIVRE

DETRAN RONDÔNIA PROMOVE FESTA E EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO NO DIA DAS CRIANÇAS EM COMUNIDADE CARENTE DE PORTO VELHO

Uma ação social fez a felicidade de centenas de crianças carentes ao receber atenção no dia delas, com direito a brincadeiras, sorteio de mais de 200 brinquedos, além de comes e bebes


Imprimir página

O bairro Maringá, também conhecido por “Teixeirão” na zona leste de Porto Velho foi contemplado com uma grande festa no sábado (12), data em que se comemora o Dia das Crianças. A festa foi promovida Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Rondônia na Escola Estadual de Ensino Fundamental Luís Soares de Cássia onde participaram alunos, familiares e moradores do bairro.

A criançada fez a festa brincando no pula pula, jogando futebol e nos jogos pedagógicos educativos, além de muito lanche, suco, geladinho e sorteio de muitos brinquedos, sendo quatro bicicletas, três infantil e uma de adulto. A festa começou às 6h e foi até às 12h e reuniu alunos, familiares e a comunidade do bairro.

O diretor geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga que esteve no local acompanhando o trabalho realizado pela equipe da Diretoria Técnica de Educação de Trânsito (Dtet), disse que o Detran realiza o ano todo atividades educativas em instituições de ensino e em outros órgãos também “e aproveitamos o Dia das Crianças para fazermos uma ação social com sorteios de brinquedos, comes e bebes, brincadeiras, além de levar informações de educação de trânsito de forma lúdica para as crianças”, afirmou o coronel Neil Gonzaga.

BRINCADEIRAS

O palhaço Cadeirinha e o técnico em educação de trânsito, Carlos André conseguem prender a atenção das crianças e também dos adultos ao ensinar as crianças noções de trânsito literalmente fazendo palhaçada. O trabalho lúdico é tão interessante que as crianças participam efetivamente da encenação que os dois fazem durante a apresentação.

Durante a apresentação do palhaço Cadeirinha e do técnico Carlos André, as crianças aprendem que pedestre deve atravessar a rua na faixa, mas antes deve tomar alguns cuidados, como por exemplo, se posicionar no início da faixa de pedestre e acenar com a mão para chamar a atenção dos motoristas a sua intenção de atravessar a rua. Mas tudo é feito de uma forma em que as crianças participam efetivamente da apresentação, ensinando os próprios autores da encenação o que é certo ou errado, sem falar nas gargalhadas das crianças com o desempenho dos dois artistas que tem o dom de ensinar brincando.

A diretora Técnica de Educação de Trânsito, Cleuza Corrêia disse que a festa para as crianças contou com a participação efetiva da direção do Detran e dos servidores que contribuíram doando os brinquedos e dinheiro para alugarmos o pula pula e comparmos o lanche e o suco “arrecadamos mais de 200 brinquedos que foram sorteados para as crianças aqui nesta festa, com certeza uma ação muito importante na vida dessa comunidade”, afirmou a diretora.

Mãe de quatro filhos pequenos, Vanilce Sales de Oliveira que é moradora do bairro, trouxe os filhos para a festa das crianças para que se divertissem nos brinquedos e na esperança que ganhassem brinquedos no sorteio, mas não tem condições de comprar presentes para os filhos.

“Minha filha Júlia Vitória ganhou uma bicicleta, era tudo que ela queria, fazia tempo que ela pedia uma bicicleta e eu não tinha condições de comprar, agora ela ganhou”, Vanilce Sales de Oliveira, mãe.

Franciele Andrade, mãe da Ariel de seis anos, que é aluno da Escola Estadual de Ensino Fundamental Luís Soares de Cássia ficou feliz da vida ao ganhar uma bicicleta infantil no sorteio, “o sonho dele era ter uma bicicleta, agora o sonho virou realidade”, disse a mãe emocionada.

A diretora da instituição de ensino, Macilene Ferreira da Silva, agradeceu a direção do Detran, por ter escolhido a Escola Estadual de Ensino Fundamental Luís Soares de Cássia, em meio de tantas outras, “aqui é um bairro carente, onde muitos alunos necessitam desde bens matérias até afeto e essa ação veio fazer a diferença na vida de muitos deles, que com certeza iriam passar o dia das crianças sem se quer receber um brinquedo”, disse a diretora.

Fonte: Francisco Rodrigo/Newsrondonia - Secom

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias