Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019 - 16:16 (Política)

L
LIVRE

CRISTIANE LOPES VAI A SML PARA FISCALIZAR O PROCESSO DE LICITAÇÃO DE MASSA ASFÁLTICA

Durante a reunião a superintendente da SML, Patrícia Damico esclareceu que a licitação sofreu um atraso por conta de vários impasses.


Imprimir página

Desde março que a prefeitura de Porto Velho vem enfrentando problemas relacionados a Operação Tapa Buracos por conta da falta de Massa Asfáltica. Por esse motivo, a vereadora Cristiane Lopes (PP), que está como 1ª secretária da Comissão Permanente de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas da Câmara Municipal esteve na Superintendência Municipal de Licitações (SML) para verificar o andamento da nova licitação de contratação da empresa que ficará responsável pelo fornecimento de Massa Asfáltica para o município.

"O serviço de pavimentação é uma das atividades essenciais para o desenvolvimento do nosso município. É inadmissível ver tantas ruas esburacadas e obras paralisadas em pleno verão amazônico, como é o caso da avenida Mamoré e das ruas São Miguel, São Sebastião e Alfazema na 4ª Etapa do bairro Cohab. Esse problema precisa de uma solução urgente, pois além das demais ruas da 4ª etapa do bairro Cohab, outros pontos da nossa Capital também serão beneficiados. Não dá para esperar. Daqui a pouco começa o período de chuvas novamente", destaca a parlamentar.

Outros pontos que também já foram visitados por Cristiane Lopes e que não tiveram os trabalhos finalizados são: toda a extensão da rua Petrolina, na zona Leste, o bairro Mariana, São Francisco, Jardim Santana, Socialista, Igarapé, Lagoa, Lagoinha, Aponiã, Três Marias, Teixeirão, Escola de Polícia, Planalto, Castanheira, Aeroclube, Floresta e Nova Floresta.

Durante a reunião a superintendente da SML, Patrícia Damico esclareceu que a licitação sofreu um atraso por conta de vários impasses. E que agora o processo será encaminhado para a Procuradoria Geral do Município (PGM), para o pós licitatório. E que após a homologação e instalação da empresa vencedora, a responsabilidade de acompanhar os serviços prestados fica por conta da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Básicos (SEMISB). "Depois de muitos empecilhos, agora estamos conseguindo finalizar a contratação da nova empresa e espero que assim os trabalhos possam ser normalizados", afirmou.

Fonte: 010 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias