Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019 - 11:35 (Política)

L
LIVRE

CRISTAL DA CALAMA – SECRETÁRIOS DE HILDON CHAVES FAZEM DESCASO E NÃO COMPARECEM EM AUDIÊNCIA PÚBLICA

A referida audiência foi proposta pela vereadora Ada Dantas Boabaid (PMN) e vereador Pastor Sandro.


Imprimir página

Realizada na tarde da última terça-feira (14), no plenário da Câmara Municipal de Porto Velho (CMPV), a Audiência Pública para tratar sobre as demandas referentes ao empreendimento Cristal da Calama contou com a presença de moradores, vereadores e apenas um secretário de Hildon Chaves, além de uma promotora de Justiça do Ministério Público. A referida audiência foi proposta pela vereadora Ada Dantas Boabaid (PMN) e vereador Pastor Sandro.

Conforme informou a promotora Flávia Barbosa, o Ministério Público constatou imbróglio referente ao que se refere sobre a prestação de educação no Cristal da Calama. Parte do recurso do empreendimento deveria ser utilizado para a comunidade, e educação era a primeira ação a ser desenvolvida.

Em seu pronunciamento, Ada Dantas lamentou a falta da maior parte do secretariado de Hildon Chaves, que foi convidada para participar da audiência, e considerou o fato como descaso por parte do executivo municipal. “Agradeço ao secretário Edemir Monteiro Brasil Neto, titular da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), o único que se fez presente nesta audiência, mostrando respeito com os moradores do Cristal da Calama”, disse Ada Dantas.

Os titulares da Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), dentre outros, não compareceram e sequer enviaram representantes para prestar esclarecimentos aos moradores, que buscavam informações acerca de como está sendo tratado o Cristal da Calama.

Ada Dantas desabafou e disse ter ficado triste em ver a forma que a prefeitura está tratando a Câmara Municipal. “É como se o povo não tivesse a oportunidade de ser ouvido ou ter respostas para seus anseios. Moradores vieram fazer questionamentos, mas infelizmente esta é mais uma audiência pública que a gente vê o descaso da prefeitura. Parece que estamos falando aos ventos”, comentou.

A vereadora pediu desculpas aos moradores do Cristal da Calama e disse que nos últimos tempos a Casa de Leis Municipal tem sido desrespeitada, principalmente na gestão Hildon Chaves. Aproveitou ainda para lembrar que está movendo ação judicial para que a prefeitura conclua imediatamente as obras na Rua Petrolina, pois a população já está cansada de esperar por este serviço, que vem sendo feito aos poucos, se arrastando há anos.

Concluindo, Ada Dantas questionou sobre quando será executada a emenda do deputado estadual Anderson Pereira, na Rua Goianésia, que está passando pelo mesmo problema que a Rua Petrolina. “O residencial Cristal da Calama possui milhares de moradores, pais de família, crianças, que precisam de um posto de saúde, base de policiamento comunitário, escola, dentre outros serviços públicos. Por estarem distantes da região mais populosa da capital, precisam ter estes serviços mais perto”, concluiu Ada Dantas.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias