Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019 - 09:28 (Política)

L
LIVRE

CONFÚCIO MOURA APONTA BENEFÍCIOS COM A MODERNIZAÇÃO TECNOLÓGICA DAS ESCOLAS

Confúcio Moura explicou que na escola moderna, a internet poderá ser uma complementação importante para a educação.


Imprimir página

Durante discurso na Comissão de Educação, parlamentar pediu apoio para a ampliação de práticas pedagógicas com uso da tecnologia.

Nesta terça-feira (19), o senador Confúcio Moura (MDB-RO) apresentou um requerimento solicitando audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) para tratar da Política de Inovação da Educação Conectada, a fim de ampliar o apoio das escolas públicas na obtenção de acesso à internet de banda larga e fomentar o uso pedagógico da tecnologia digital no ensino básico.

O tema é assunto do PLC nº 142/2018, de autoria do Poder Executivo, e aprovado pelo Plenário da Câmara dos Deputados no último dia 13 de dezembro. No Senado Federal, desde o dia 18 de dezembro, o projeto foi distribuído para a análise da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), onde aguarda a designação de relator, da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), e da própria CE.

“Um educador português, criador da Escola da Ponte, em Lisboa, analisando a situação brasileira, explica que a sala de aula é do século 19. Isto é, um quadro negro, um giz e um enfileirado de carteiras, uma atrás da outra, onde o aluno tem que ficar caladinho, sem se mexer, durante várias aulas. Se tirar uma fotografia de uma escola do século 19, no tempo do Império, e hoje, a diferença é muito pequena. Enquanto isso, o nosso professor é do século 20. Sabe dá aula, mas tem pouco manuseio tecnológico. E o nosso aluno é do século 21. Então, como é que combina? Não dá certo”, questiona o senador

Confúcio Moura explicou que na escola moderna, a internet poderá ser uma complementação importante para a educação. Segundo ele, haverá inúmeros benefícios e professor poderá ministrar aulas à distância, baixar documentos, filmes e instruções, além permitir mediar os deveres e analisar os conteúdos didáticos.

Entre os princípios da Política de Inovação Educação Conectada, previstos no art. 3º do projeto, destacam-se o acesso à internet com qualidade e velocidade compatíveis com as necessidades de uso pedagógico de professores e alunos, e o incentivo à formação dos educadores e gestores em práticas pedagógicas com uso da tecnologia.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias