Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018 - 14:09 (Política)

L
LIVRE

CONFIRA DEPOIMENTO DE LULA SOBRE SÍTIO DE ATIBAIA (VÍDEO)

Ex-presidente compareceu ao interrogatório sobre processo que investiga suposto recebimento de R$ 1 milhão em reformas na propriedade.


Imprimir página

As imagens do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram divulgadas nesta quarta-feira (14/11), pela Justiça Federal do Paraná. O petista foi ouvido pela juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que conduz os interrogatórios.

Nesse processo, o ex-presidente é investigado por suposto recebimento de R$ 1 milhão em propina do pecuarista José Carlos Bumlai e das empreiteiras Odebrecht e OAS, por meio de reformas em um sítio em Atibaia (SP) frequentado pelo petista e a família.

O interrogatório durou quase três horas. Logo no primeiro momento, quando eram lidas as acusações, o ex-presidente se mostrou exaltado e teve de ser reprimido pela juíza do caso. “O senhor sabe do que está sendo acusado?”, indagou a magistrada, seguindo o rito dos interrogatórios a que são submetidos todos os réus.

“Não”, respondeu secamente o petista, para, em seguida, emendar que estava disposto a responder a toda e qualquer pergunta. “Eu sou dono do sítio ou não?”, ele protestou. “Isso é o senhor que tem que responder e não eu”, ponderou Gabriela. “E eu não estou sendo interrogada neste momento.”

“Quem tem que responder é quem acusou”, interrompeu Lula. “Eu vou fazer as perguntas para que o caso seja esclarecido, para que eu possa sentenciar ou algum colega possa sentenciá-lo”.

Em um momento seguinte da audiência, Lula perguntou à juíza: “Quando eu posso falar, doutora?”. A magistrada respondeu: “O senhor pode falar, o senhor pode responder quando eu perguntar no começo”. Lula rebateu afirmando: “Mas, pelo que eu sei, é meu tempo de falar”. Hardt então disse ao ex-presidente: “Não, é o tempo de responder às minhas perguntas. Eu não vou responder interrogatório nem questionamentos aqui, está claro?”, indagou a magistrada.

“Está claro que eu não vou ser interrogada?”, insistiu Hardt. “Eu não imaginei que fosse assim, doutora”, disse Lula. “Eu também não”, afirmou Gabriela. “Como eu sou vítima de uma mentira há muito tempo”, afirmou Lula.

“Eu também não imaginava. Então, vamos começar com as perguntas. Eu já fiz um resumo da acusação e vou fazer perguntas. O senhor fica em silêncio ou o senhor responde”, disse a juíza. A defesa interveio, afirmando que o ex-presidente deveria se pronunciar como “se sentisse confortável”. (Com informações da Agência Estado)

Veja a íntegra do depoimento:

Fonte: metropoles

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias