Sabado, 08 de Fevereiro de 2020 - 08:59 (Comercio e Industrias)

L
LIVRE

CONAB VAI EM MISSÃO À HOLANDA PARA DESENVOLVER TECNOLOGIA DO MERCADO ATACADISTA BRASILEIRO

De olho no aprimoramento das práticas de comercialização nas Centrais de Abastecimento.


Imprimir página

De olho no aprimoramento das práticas de comercialização nas Centrais de Abastecimento (Ceasas), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai à Holanda nesta segunda-feira (10), representada pelo presidente Newton Araújo Silva Júnior, para promover o intercâmbio entre os dois países e estreitar as parcerias na melhoria de processos de gestão dos entrepostos. Entre os objetivos está a apropriação de tecnologias de comercialização dos produtos in natura, em especial, de frutas e hortaliças.

A agenda da Missão Comercial de Agrologística e Importação de Produtos Hortigranjeiros envolve também o interesse do país em ampliar o comércio de seus produtos, uma vez que a Holanda é referência na colheita e comercialização de frutas e legumes no continente europeu. A decisão da visita seguiu acertos de encontros passados, dos quais participaram representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Conab, Ceasas e da própria embaixada holandesa em Brasília.

No programa da viagem, constam visitas a organizações holandesas representativas do setor agrícola, como o entreposto de comercialização (The Grenery Fruit and Vegetable Auction House) que tem semelhança com as Ceasas brasileiras, além do sistema multimodal de importação e exportação de produtos agrícolas do porto e aeroporto de Roterdan, entre outros.

Por fim, o roteiro inclui a observação de modelos de tecnologia de processamento de embalagem e refrigeração, com visitas a empresas à frente dessa técnica de preparação de frutas e vegetais, com soluções de embalagem, armazenamento, refrigeração e exportação. A missão deve garantir ao Brasil uma troca de conhecimentos sobre a redução de perdas de alimentos, a modernização dos equipamentos de transporte e a exposição e comercialização de mercadorias.

Fonte: 012 - CONAB - Assessoria de Imprensa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias