Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020 - 09:28 (Agronegocios)

L
LIVRE

CONAB INICIA PESQUISA DOS ESTOQUES PRIVADOS DE ARROZ NA PRÓXIMA SEMANA

A partir desta sexta-feira (28), produtores e armazenadores de arroz nos estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Santa Catarina


Imprimir página

A partir desta sexta-feira (28), produtores e armazenadores de arroz nos estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Santa Catarina começam a receber as senhas de acesso ao Sistema de Pesquisa de Estoque Privados (Sipesp). Essa é a primeira etapa para a pesquisa de estoques privados de arroz realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A abertura do sistema para início da pesquisa ocorre na próxima segunda-feira (2), e o preenchimento das informações deverá ser feito até o dia 22 de março, com a posição dos estoques em 29 de fevereiro de 2020.

Aqueles que não possuem cadastro no Sipesp e não receberam as senhas de acesso, poderão baixar o formulário Boletim de Levantamento de Estoque – Arroz – 2020, disponível no site da Companhia. Com as informações preenchidas, o documento deverá ser enviado para o e-mail [email protected], respeitando a data limite da pesquisa.

Os volumes devem ser informados separadamente, por unidade armazenadora, cadastrada ou não, e por tipo (casca ou beneficiado), sem incluir os estoques da nova safra. Mesmo que o produtor ou armazenador não tenha estoques na data de referência indicada, o formulário deve ser preenchido. Além dos dados do produto, também deverá ser informado o segmento de armazenadores e as características das unidades onde é feita a conservação do arroz.

Vale ressaltar que neste ano a Conab implementou algumas melhorias e simplificações no Sipesp, que vão desde o acesso, passando pelo preenchimento dos dados e a possibilidade da extração daquilo que foi informado ao sistema.

Realizada anualmente pela Conab, a pesquisa de estoques privados de arroz contribui para o planejamento governamental e para a formulação de políticas públicas de fomento à produção e à produtividade agrícola e que garantam regularidade do abastecimento alimentar. O levantamento é feito nos estados onde se concentra a maior parte da produção nacional.

Fonte: 012 - CONAB - Assessoria de Imprensa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias