Quinta-Feira, 26 de Março de 2020 - 17:58 (Geral)

L
LIVRE

COMITÊ ALINHA AÇÕES DE ENFRENTAMENTO AO CORONAVÍRUS EM RONDÔNIA

''Agradeço o empenho de todos que tem se dedicado, trabalhado muito nesse momento de crise mundial devido à pandemia”, avalia o secretário.


Imprimir página

Membros do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus  em Rondônia se reúnem diariamente na sala de situação criada na Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) para através do Sistema de Comando de Incidentes (SCI), apresentar soluções e inibir o avanço da Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Na manhã de quinta-feira (26), o secretário de Saúde, Fernando Máximo, a diretora da Agevisa, Ana Flora Camargo Gerhardt, e o secretário-executivo da Defesa Civil do Estado, major Tadeu Sanches, juntamente com demais membros do comitê, alinharam ações conjuntas de defesa da saúde pública diante da pandemia.

O planejamento do Sistema de Comando de Incidentes (SCI) quanto a organização de atividades e distribuição de funções  está dividido em quatro eixos principais de organização: logística, planejamento de recursos disponíveis, operacionalização e orçamento/financeiro.

‘‘O organograma está perfeito. Agradeço o empenho de todos que tem se dedicado, trabalhado muito nesse momento de crise mundial devido à pandemia”, avalia o secretário.

O Sistema de Comando de Incidentes utiliza as plataformas do governo para aliar a tecnologia à organização do fluxo de atividades que vão desde a decisão das prioridades de compra, como de testes para confirmação da Covid 19, máscaras e luvas, transporte de insumos, efetividade das barreiras sanitárias, e demais medidas para possibilitar condições para a rede pública de saúde responder de forma eficiente ao enfrentamento da doença.

MEDIDAS

O trabalho realizado pelo comitê soma-se a outras medidas adotadas pelo Governo de Rondônia contra o coronavírus como o novo decreto do governador coronel Marcos Rocha que altera e acrescenta dispositivos do Decreto de Calamidade Pública, a fim de que as recomendações de saúde não gerem colapso na economia, e que haja equilíbrio no trato das necessidades da população rondoniense.

As aulas nas instituições de ensino permanecem suspensas, assim como demais serviços considerados não essenciais.

Representantes da Sesau, Agevisa e Defesa Civil alinham ações com equipe do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus

Confira o que pode funcionar seguindo as recomendações de prevenção da Covid-19:

– Açougues

– Panificadoras

– Supermercados

– Atacadistas

– Distribuidoras

– Lotéricas

– Caixas eletrônicos

– Serviços funerários

– Clínicas de atendimento na área da saúde

– Laboratórios de análises clínicas

– Farmácias

– Consultórios veterinários

– Comércio de produtos agropecuários

– Pet shops

– Postos de combustíveis

– Indústrias

– Obras e serviços de engenharia

– Oficinas mecânicas

– Autopeças

– Serviços de manutenção

– Hotéis e hospedarias, sendo que o serviço de café da manhã, almoço, jantar e afins deverão ser servidos de forma individualizada na própria acomodação do hóspede

– Escritórios de contabilidade

– Materiais de construções

– Restaurantes à margem das rodovias

-Transporte aquaviário, em todo o território do Estado, sem exceder a metade da capacidade de passageiros sentados

O decreto ainda dispõe que os estabelecimentos devem respeitar a limitação de 40% da área de circulação interna de clientes, não computando área externa e administração, sendo no caso de filas fora do estabelecimento, os clientes deverão manter distância de, no mínimo, dois metros um do outro, cabendo à responsabilidade ao proprietário de manter a ordem e o distanciamento deles na área externa.

Confira as medidas e providências necessárias para fins de prevenção e de enfrentamento à pandemia causada pelo coronavírus descritas no EDITAL.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias