Sabado, 12 de Setembro de 2020 - 17:58 (Colaboradores)

L
LIVRE

Coluna Lenha na Fogueira: Papo de Redação

Agora vamos ao programa que realmente é o líder de audiência no horário das 12 às 14 horas; "PAPO DE REDAÇÃO" apresentado de segunda a sexta feira, pela rádio Parecis FM 98.1


Imprimir página

Vamos falar de rádio! Ou melhor, de programa de rádio. Em especial, daqueles cujos apresentadores na maioria, emitem opiniões próprias.


Esses programas, geralmente são apresentados no horário entre o meio dia e 14 horas. Tem articulista para tudo quanto é gosto, uma vez que alguns compram o horário e assim, não têm que obedecer ao Editorial do grupo proprietário da emissora.


Nesse contexto temos o Programa "A Voz do Povo" na rádio Caiari cujo titular, é o Arimar Souza de Sá. Arimar passa ao leitor, a postura de quem realmente é independente, falando o que pensa, sem se importar com retaliações. Na atualidade o programa está sendo apresentado pelo professor Francisco Matias.


Na rádio Rondônia o programa "A Hora do Povo", é apresentado pelo Léo Ladeia. Por ser um programa da emissora, o Léo fica preso ao Editorial assim, podemos dizer que não tem a liberdade para expressar sua opinião e quando o faz, é com todo cuidado para não deixar a emissora em mal lençóis


Na rádio Cultura FM o programa se chama "Informa na Hora" cujo titular é o Fábio Camilo, o jornalista que se vangloria de ser amigo particular do presidente Jair Bolsonaro apesar de ser bolsonarista, não admira de jeito nenhum a gestão do governador de Rondônia. Fábio passa aos ouvintes uma independência que parece sincera, quando se trata de governo estadual, porém quando o assunto é a Assembleia Legislativa Estadual só ouvimos elogios. Quer dizer: 'Dois pesos, duas medidas".


Agora vamos ao programa que realmente é o líder de audiência no horário das 12 às 14 horas; "PAPO DE REDAÇÃO" apresentado de segunda a sexta feira, pela rádio Parecis FM 98.1


Talvez seja o mais democrático entre todos os demais programas do gênero em Porto Velho e Rondônia já que o Papo é apresentado por uma rede de rádio que se espalha por quase todo o estado.


Aqui encontramos opiniões para todos os gostos já, que cada participante (Everton Leoni, Sergio Pires, Beni Andrade e o professor Peixoto) fala o que lhe vem a cabeça sem ser contestado pela direção da emissora.


Sérgio Pires apesar de ter uma rede de fontes, das mais admiráveis, no Papo de Redação, alguns ouvintes o consideram o articulista "Chapa Branca", por sempre em suas opiniões, defender de uma maneira ou de outra, as ações do governo estadual ou do prefeito municipal. O muro é espaço seguro.


Professor Peixoto – O intelectual do programa ou o 'sabe tudo', como diz o Beni Andrade em tom de deboche. Na realidade, o professor Peixoto se destaca pelo vasto conhecimento das Leis, porém, exagera quando se apresenta como conhecedor de tudo quanto é assunto. É aí que o programa alcança seu ápice, pois o Beni Andrade não concorda com suas opiniões colocando em dúvida tudo que Peixoto fala. **********

Beni Andrade o mais popular do programa, a maioria dos ouvintes tecem elogios a sua participação. Participação que muitas vezes extrapola a lei da razão. Beni Andrade com sua educação de presidente do "Clube do Coice", faz a diferença no Papo de Redação. Sem ele o programa não existe.


Everton Leone o Presidente. Atua como bombeiro, evitando o incêndio ao intervir com muita categoria e propriedade de Presidente, quando Beni e Peixoto e as vezes o Sérgio partem para uma discussão mais acirrada. Lembrando, que de vez em quando Everton libera o espírito de quem não nasceu para levar recado para casa e abre o verbo em cima até da mais alta autoridade, seja nacional, internacional ou estadual. É o VAR que não aceita contestação. Caiu na área é pênalti.


O mais bacana do Papo de Redação, é a liberdade que a direção da emissora proporciona aos seus apresentadores. Todos dizem o que pensam e nem mesmo a presença do Presidente do Grupo Imagem Everton Leone que comanda o programa, contesta. Isso é jornalismo de responsabilidade!


Já que estamos em  Grupo de Comunicação:


SBT assinou quinta feira (10), os direitos de transmissão da copa Libertadores da América.


Até este ano, as partidas do campeonato eram transmitidas pela Rede Globo, que rescindiu os direitos em, após o início da pandemia. O contrato é referente às competições até 2022 e tem início este ano, no dia 16, com jogo entre Palmeiras e Bolívar.


Segundo matéria publicada no jornal UOL, a partir de agora, a emissora iniciará a montagem da equipe que fará a cobertura dos jogos. Ao todo, estima-se que ao menos 30 profissionais chegarão para o novo núcleo esportivo.


Até o momento, os possíveis nomes para a narração das partidas são os de Téo José, narrador da Disney que trabalhou no canal de Sílvio Santos em julho, e de André Henning, titular da Turner para narrações do Brasileirão e da Liga dos Campeões da Europa.


Esse é o Papo de Hoje!

Fonte: Zé Katraca - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias