Domingo, 26 de Maio de 2019 - 10:24 (Cultura)

L
LIVRE

CIA EVOLUÇÃO SE PREPARA PARA O MADEIRA FESTIVAL DE TEATRO

A Cia de Artes Evolução apresenta no dia 7, às 14h, o espetáculo É Crime Não Saber Ler.


Imprimir página

A primeira edição do Madeira Festival de Teatro será realizada no período de 5 a 9 de junho, no Teatro Guaporé, em Porto Velho. Com o patrocínio do Ministério da Cidadania, por meio da lei de incentivo à cultura e Atacadão SA, seis espetáculos selecionados, todos do estado de Rondônia, serão apresentados a comunidade de forma gratuita.

A Cia de Artes Evolução apresenta no dia 7, às 14h, o espetáculo É Crime Não Saber Ler. Os preparativos da Cia. continuam a todo vapor, com o intuito de realizar uma excelente apresentação no festival. A peça a ser apresentada pela Cia Evolução estreou em junho de 2009, no Teatro Banzeiros e é um dos espetáculos mais apresentados pela companhia. O espetáculo já participou de grandes projetos e festivais, tais como: Festival de Teatro de Curitiba, Festival Palco Giratório, projeto Cultura Sesc Itinerante, Evolução EnCena, dentre outro.

O texto É CRIME NÃO SABER LER, é uma adaptação de Luiz Antônio de Araújo. A peça é dirigida por Eules Lycaon que também atua no espetáculo e conta com a participação dos atores André Ribeiro e Mika Cardoso. Na técnica de luz, Jailton Viana.

SINÓPSE DO ESPETÁCULO

É CRIME NÃO SABER LER, demonstra o enorme, se não o maior, crime já perpetrado contra uma pessoa ou contra um povo: o da ignorância imposta pelos interesses particulares de muitos... Desde quando se promete acabar com o analfabetismo, que ao contrário aumenta dia-a-dia? Quando o homem do campo, sem perspectiva para a vida... Sem o amor de si e de outrem... Supondo-se traído eternamente, não valoriza a vida e extingue-se o amor, o único significado para viver. O caboclo do espetáculo “É Crime Não Saber Ler”, porque não sabe ler, porque não pôde estudar, porque não lhe ensinaram, cultiva um sentimento voraz ao qual chamamos de ciúme. O exemplo rural é também urbano e humano. E de quem é a culpa, se culpa há? Não pode haver crime maior que impedir, por qualquer motivo, que a nossa gente aprenda a ler.

CRONOGRAMA DO FESTIVAL

Mulheres do Aluá, dia 05/06, às 18h30 (Grupo O Imaginario, de Porto Velho).

Tabule, dia 06/06, às 19h30 (Cia Peripécia, de Porto Velho

É Crime Não Saber Ler, dia 07/06, às 14h. (Cia de Artes Evolução, de Porto Velho)

À Margem, dia 07/06. Às 20h. (Grupo Wankabuki, de Vilhena)

Viúvas do Mar, dia 08/06, às 19h30. (Grupo Encena, de Ji-Paraná)

Inimigos do Povo, dia 09/06, às 16h. (Trupe dos Conspiradores, de Porto Velho)

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias