Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020 - 16:06 (Colaboradores)

L
LIVRE

CHACAREIROS DA ZONA LESTE APELAM AO PREFEITO PELO RETORNO DOS ÔNIBUS ESCOLARES

Com o início das aulas, os alunos do Setor Chacareiro Jardim Santana, voltaram a ter problemas de deslocamentos até as escolas da região porque o transporte ainda não normalizado.


Imprimir página

Zona Leste, Porto Velho – Muito antes da intervenção no sistema de transporte escolar rural neste município, a presidente da Associação de Ação Popular Integrada Hortifrutigranjeiros da União (AAPIHGU), Gabriela Camargo, 46, havia alertado o prefeito Hildon Chaves sobre a falta de ônibus para o setor chacareiro da Zona Leste.

Em ofícios encaminhados ao prefeito em 2019, a líder chacareira alertou o prefeito da necessidade das vicinais (Iinhas e travessões) que dão acesso ao conjunto de chácaras e sítios, serem restauradas. O pedido feito às secretarias da Agricultura (SEMAGRIC) e SEMOB, nesse sentido, foi atendido, parcialmente.

- As correções dos pontos críticos que impedem melhor acesso à nossa comunidade só não foi atendido, plenamente, por conta das fortes chuvas, afirmou Gabriela.

Com o início das aulas, os alunos do Setor Chacareiro Jardim Santana, voltaram a ter problemas de deslocamentos até as escolas da região porque o transporte ainda não normalizado. Segundo a presidente da Associação, ‘nos dias de chuva e vento fortes, fica ainda mais difícil para que as crianças cheguem às escolas’.

Diante o que foi estabelecido pela Promotoria Pública da Educação e a Prefeitura, a fim de que o município tomasse as providências cabíveis, Gabriela Camargo, afirmou, contudo, que, ‘até a próxima segunda-feira, 17, os ônibus escolares retomem as linhas destinadas ao transporte dos alunos do Setor Chacareiro’.

Na ocasião da entrevista ao NEWSRONDÔNIA, a presidente da AAPIHGU Gabriela Camargo, fez um apelo ao Secretário Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (SEMTRAN), Coronel PM Nilton Krisner, para que retome os trabalhos de sinalização dentro do Setor Chacareiro e conclua a instalação dos abrigos (em concreto armado), ora armazenados em uma área das Linhas de acesso ao Setor Chacareiro.

Fonte: News Rondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias