Segunda-Feira, 11 de Março de 2019 - 10:23 (Colaboradores)

L
LIVRE

BOMBA - SEM NENHUM REAL NO BOLSO, SEM PATRIMÔNIO E SEM ENDEREÇO FIXO, 'EMPRESÁRIO' DO ACRE COMPRA CONSÓRCIO SIM E VAI PEDIR RECUPERAÇÃO JUDICIAL

A manobra jurídica do empresário tem por objetivo não pagar as rescisões de contrato dos trabalhadores e ainda os obrigas a continuar trabalhando.


Imprimir página

MARCELO ALVES CAVALCANTE chegou em Porto Velho com uma pasta em baixo do braço contendo QUATRO procurações: Uma da Empresa Três Marias, uma da empresa Rio Madeira, outra do SET (Sindicato das Empresas de Transporte) e mais uma da EMPRESA FREITAS, e contando apenas com sua peculiar esperteza e a certeza que encontraria em nossa cidade um bando de otários que vão cair em sua lábia. E parece que encontrou...

MARCELO "conseguiu convencer" os gestores da SEMED a lhe entregarem "quase tudo" relacionado ao transporte escolar rural, e até recentemente vinha recebendo até por "serviço não prestado."

Em abril de 2018 este "blogueiro metido a jornalista investigativo" denunciou que a empresa FREITAS Iria vencer a licitação para contratação emergencial do transporte escolar rural, mas que seu objetivo maior seria o transporte coletivo da capital, e agora, quase um ano depois, fica confirmado nossa informação.  

O "negocio" com o Consórcio SIM foi fechado na última sexta feira, e dessa vez o esperto empresário usou uma tática ainda mais arriscada para "comprar" a parte do grupo Rovema, já que com o outro empresário laranja de Macapá ele já tinha se acertado a muito tempo. MARCELO assinou um CONTRATO DE GAVETA e em nome de SUA PESSOA FÍSICA.

Na manhã desta segunda-feira 11/03, a operação do transporte coletivo já estará sob a direção de MARCELO ALVES CAVALCANTE e logo nas primeiras horas do dia o seu jurídico vai dar entrada na 6a. Vara da Fazenda Pública com um PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL do Consórcio SIM. A medida, segundo informações vindas de quem participou diretamente de toda negociação, é NÃO PAGAR AS RESCISÕES DE CONTRATO dos trabalhadores que se desligaram da empresa e que esperam receber seus direitos, NÃO PAGAR RESCISÕES INDIRETAS PEDIDAS PELO SINDICATO, e ainda impugnar a LICITAÇÃO DEFINITIVA lançada recentemente pela prefeitura de Porto Velho.

Os valores dessa transação não foram revelados por minha fonte, mas sabe-se que envolve duas ações ganhas pelo Consócio SIM (contra a administração municipal) que superam a casa dos 20 milhões de reais, e que o prefeito HILDON CHAVES já acenou com a possibilidade de acordo em futura audiência que será realizada no próximo dia 14 deste mês.

MARCELO NÃO TEM NENHUM ÔNIBUS, mas conta com toda estrutura da EMPRESA TRÊS MARIAS, de onde ele encontrou todo o suporte para entrar no mercado de Porto Velho e praticamente convencer todos os setores envolvidos direta e indiretamente com o serviço de transporte urbano e rural da capital, que ele é um mega empresário que vai resolver todos os problemas de nossos usuários de ônibus.

Marcelo só não contou que vai colocar APENAS 90 ônibus em circulação e que esses ônibus são as mesmas latas velhas do antigo sistema, que estão sendo pintados com "suas cores" na garagem da empresa Três Marias, já que a empresa dele, NEM ENDEREÇO FIXO TEM.

A garagem da Empresa Três Marias é o atual endereço de MARCELO

Quanto ao transporte escolar rural, aí a coisa é bem pior...

Para o próximo capítulo dessa infindável novela eu gostaria que os meus leitores guardassem bem a imagem desse senhor; ANTONIO CARLOS MARCHEZETTI pois ele esteve aqui em 2013 e QUASE emplaca um grande esquema conhecido de toda a justiça brasileira...

Fonte: 015 - Carlos Caldeira / NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias