Quarta-Feira, 06 de Maio de 2020 - 11:25 (Curiosidades)

L
LIVRE

BARULHO NO CÉU INTRIGA INTERNAUTAS E AGITA REDES SOCIAIS

#barulhonoceu


Imprimir página

Na tarde desta sexta-feira (3), o empresário Paulo Bressane foi alertado pela filha Carol de que um assunto estava sendo bastante comentado nas redes sociais. Pessoas de todo o país relatavam ter escutado um estranho barulho no céu. Pouco depois, Bressane, que mora em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, também ouviu o inusitado som. “Às 14h15, escutei um estrondo semelhante ao de um jato cruzando o céu ou ao de uma turbina de avião. Escutei duas vezes, e não tinha nada no céu, não vi nenhum avião, apesar de estar nublado”, diz o empresário. “Comentei com um amigo que mora em outro local, e ele disse ter ouvido também”, acrescenta.

A questão movimentou as redes sociais. No Instagram, uma internauta falou sobre o assunto: “Gente, eu tô escutando esse barulho no céu toda hora, e não para, eu juro. Na hora que minha amiga me mandou a mensagem, eu não acreditei. Quando fui para a janela, escutei e fiquei toda arrepiada”. A hashtag #barulhonoceu também foi um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Nas redes sociais da Defesa Civil de Belo Horizonte e de Minas Gerais não há nenhuma menção a algum evento raro ocorrido no município nem no Estado nos últimos dias. O astrônomo e professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Bernardo Riedel conta que seu filho também comentou algo a respeito. “Ele estava em casa e me perguntou se eu também havia escutado um som grave, um ruído”, diz Riedel, que atualmente se dedica à construção de telescópios e observatórios astronômicos, além de ser membro do Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais (Ceamig).

Segundo o especialista, corpos do sistema solar, como os chamados "aerolitos" (pequenos asteroides que caem constantemente sobre a Terra), podem penetrar a atmosfera, deslocar-se no ar e causar ruídos, mas, nesse caso, ele diz que o som seria impossível de ser ouvido. “E, se fosse um asteroide, você até poderia escutar o barulho, mas ele não ficaria se repetindo”, afirma. Riedel diz não ter noção do que seja esse estranho barulho, e qualquer avaliação agora não passa de teoria e só poderia ser feita a partir de estudos. Contudo, ele atesta: “Digo que as pessoas podem ficar tranquilas. Não temos conhecimento de nenhum evento nem da possível ocorrência de nenhum fenômeno astronômico ou meteorológico que possa vir a acontecer. Isso não é nada perigoso ou preocupante”, conclui o especialista.

Fonte: https://www.otempo.com.br/

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias