Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019 - 09:34 (Artigos)

L
LIVRE

ATRAVÉS DO VOTO SECRETO DE FILIADOS O NOVO PRESIDENTE DO PT-RO SERÁ ANSELMO DE JESUS OU ERNANI COELHO – POR ITAMAR FERREIRA

Após a primeira fase do Processo de Eleições Diretas (PED), ocorrido no último dia 08 de setembro, neste final de semana, dias 19 e 20 de outubro, em Porto Velho, o Partido dos Trabalhadores (PT) elegerá o seu novo presidente


Imprimir página

Após a primeira fase do Processo de Eleições Diretas (PED), ocorrido no último dia 08 de setembro, neste final de semana, dias 19 e 20 de outubro, em Porto Velho, o Partido dos Trabalhadores (PT) elegerá o seu novo presidente; além de definir a composição do Diretório Estadual, em Congresso da sigla, do qual participarão delegadas e delegados das duas chapas que concorreram na primeira votação. Os dois candidatos à presidência são Anselmo de Jesus e Ernani Coelho.

Na votação do dia 08 de setembro o desempenho da chapa de oposição ao grupo que atualmente controla o Diretório Estadual, liderado pelo deputado Lazinho da Fetagro e pelo ex-deputado federal Padre Ton, surpreendeu até os mais otimistas em relação a uma renovação mais significativa no PT em Rondônia, vencendo em sete dos onze maiores municípios do Estado – que são aqueles do eixo da BR-364, Rolim de Moura, Guajará e a Capital – a vitória mais surpreendente foi em Porto Velho.

Embora o grupo que está no poder no PT em Rondônia desde 2011 tenha conseguido compensar a votação nos municípios menores, com isso elegendo um maior número de delegados ao Congresso, esta vantagem só está garantida na composição dos cargos do Diretório, já que a eleição para presidente será através do voto secreto.

Ernani Coelho e Anselmo de Jesus estão na disputa, sendo que ambos têm um perfil mais conciliador do que os seus antecessores, com trânsito fácil entre as diversas correntes políticas internas que compõem o PT em Rondônia, o que facilitará uma maior unidade interna.

Anselmo de Jesus pode levar certa desvantagem, principalmente, por duas coisas: a primeira é a sua identificação com as lideranças partidárias que já comandam o PT-RO há oito anos, período marcado por grandes divergências internas, como na eleição de 2018 que levou o Diretório Nacional do PT a intervir no Estadual, e pela drástica redução no número de parlamentares e prefeitos no Estado.

O segundo "senão", para Anselmo, é que o nome dele está sendo cotado para disputar a prefeitura de Ji-Paraná, sendo bastante competitivo; o que poderá prejudicar o trabalho partidário, caso saia candidato em 2020, que o novo presidente terá que fazer para ampliar as chances de crescimento do PT no Estado.

Já Ernani Coelho pode ser embalado pelos ventos da renovação partidária, que 'ventou' forte, principalmente, nos maiores municípios do Estado. Se os filiados do PT avaliarem que as gestões dos últimos anos do Partido não foram tão boas e é necessário mudanças, as chances de Ernani aumentarão significativamente, na hora que o voto, secreto, for depositado na urna.

É necessário ressaltar que o autor destas mal traçadas linhas é filiado, adepto da renovação no PT-RO e torce por Ernani Coelho, o que, evidentemente, deve ser levado em consideração ao se julgar as avaliações acima. De toda sorte, a militância petista tem dois excelentes nomes para conduzir a legenda, o que diferencia é a possibilidade de continuação ou de mudança.

Fonte: 015 - Itamar Ferreira

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias