Sabado, 22 de Junho de 2019 - 17:51 (Cidades)

L
LIVRE

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DA ZONA LESTE BUSCA REPRESENTAR EMPREENDEDORES AINDA EM 2019

De acordo com antigos comerciantes, 'já experimentamos, aqui, do boom da economia municipal causada pelo ciclo das hidrelétricas nos governos Roberto Sobrinho, Ivo Cassol e Confúcio Moura'.


Imprimir página

ZONA LESTE, Porto Velho - Com os serviços funcionando em um só lugar, é desse modo que empresários de todos os setores representativos do varejo e atacado esperam que a nova Diretoria da Associação Comercial da Zona Leste  promova o fortalecimento da economia da região a partir desse momento.

Em meio à escuta empreendida por o NEWSRONDONIA em mais de duas semanas nas ruas dos principais bairros da Zona Leste, é que se chegou a opiniões convergentes em meio jovens e antigos empreendedores que a cidade só tende a crescer, vertical e horizontalmente, no comércio ou na indústria mais a Leste da Capital rondoniense.

Segundo esse pensamento, 'essa opinião é sustentada por mais de 60 tipos de negócios que estão em alta ainda para o ano de 2019', prevê o Associativista e Cooperativista Ramiro Santos, eleito presidente da Associação Comercial da Zona Leste.

De acordo com antigos comerciantes, 'já experimentamos, aqui, do boom da economia municipal causada pelo ciclo das hidrelétricas nos governos Roberto Sobrinho, Ivo Cassol e Confúcio Moura'.

Com espaço ativo na sobreloja do prédio do Shopping Leste, localizado à Avenida José Amador dos Reis, bairro Tancredo Neves Sala 22, a sede da Associação Comercial da Zona Leste, já pode receber os empreendedores para se informarem sobre as atividades que serão promovidas pela Diretiva da entidade no decorrer do mês que vem.

Depois de falarem ao NEWSRONDONIA sobre o que esperam da nova Diretoria da entidade, parte dos lojistas e empresários do segmento do vestuário, calçados, perfumaria, cosméticos e farmácia foram unânimes em afirmar que 'os mais de 250 mil consumidores potenciais da Leste, em breve, não mais se deslocarão até ao centro ou mesmo irão ao ainda único shopping da cidade'.

E justificam a previsão que paira sobre o pensamento da maioria das pessoas consultadas por este site de noticias – é que logo, logo, um dos maiores empreendimentos em termos de prestação de serviços e produtos será inaugurado com um sem-número de lojas de departamentos, com opções em salas de cinemas, praças de alimentação (restaurantes, lanchonetes, hiper-supermercado, choperia, hamburqueria, tabacaria, lotérica (franquia Caixa Econômica Federal), postos de atendimento do Banco do Brasil, Banco Postal, mini-agência dos Correios e Telégrafos).

Considerada a região que mais cresce no social e econômico da última década, a Zona Leste já disputa  mercado no ranking de produtos e serviços com similares do centro e do próprio Porto Velho Shopping. Com público consumidor variado, os negócios passaram a ser puxados pra cima, na inicial, pelo segmento de varejo e atacado da alimentação e vestuário.  

Com crescimento visível nesses setores, para acadêmicos e pesquisadores de mercado futuro, 'já estão por aqui as maiores redes de lojas de departamentos, supermercados, gastronomia, perfumaria, ferragens, material de construção, tintas, móveis, agências bancárias (Caixa Econômica, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Lotéricas).

É com essa visão inovadora - de mudanças e transformações - que a Associação Comercial e Industrial da Zona Leste pretende se  impor diante dos novos desafios. Na região, existem negócios em alta a serem buscados ainda para 2019, uma vez que nos últimos anos - e nos atuais -  mesmo com a entidade desativada, 'as expectativas de crescimento econômico da Zona Leste continuaram muito animadores para o mercado local e da Capital', completou o presidente Ramiro.

 

.

Fonte: xico nery/newsrondonia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias