Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019 - 14:41 (Cidades)

L
LIVRE

AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DISTRIBUI MAIS DE 16 TONELADAS EM PORTO VELHO

A aquisição e distribuição de alimentos aconteceu na Feira do Produtor Rural


Imprimir página

Em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura, a gestão do prefeito Hildon Chaves, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric), comandada por Luis Cláudio Pereira, o Luiz Cláudio da Agricultura, promoveu ontem a aquisição de alimentos produzidos por pequenos agricultores inscritos Programa, com recursos oriundos do Programa de Aquisição de Alimentos do Governo do Estado.

Segundo a coordenadora do PAA, engenheira florestal Joana D´Arc Alves e representante da Semagric no projeto, foram distribuídas mais de 16 toneladas de alimentos (frutas, hortaliças e legumes), de excelente padrão de qualidade e recém colhidos.

Joana explica que a Seagri compra e paga e a Semagric cadastra as entidades aptas a serem beneficiadas, transporta, recebe e distribui os produtos. No caso do PAA estadual foram atendidas mais de 2.800 famílias. Já o PAA Federal está em processo de transição da Emater para a Semagric. O diferencial é que atende também os distritos e contemplou, nessa entrega, aproximadamente 200 famílias.

O evento ainda conta com a parceria do Sesc, através do Projeto Mesa Brasil, uma espécie de banco de alimentos de colheita urbana. Recebe alimentos que não estão bons para a comercialização, mas adequados para o consumo humano, e distribui para famílias de baixa renda, "engordando" o pacote de pessoas beneficiadas. "As doações vêm de supermercados, padarias, supermercados e similares", explicou Keila, representante do Sesc.

Luis Cláudio da Agricultura disse que o PAA Rondônia hoje tem cerca de 90 produtores cadastrados, mas que a intenção é aumentar esse número com a criação do Programa Municipal de Aquisição de Alimentos, projeto sugerido pelo prefeito Hildon Chaves e que está em elaboração pelos técnicos da Semagric.

"Com o PMAA vamos aumentar consideravelmente o número de produtores rurais do Programa de Agricultura Familiar que podem comercializar. Isso garante a rentabilidade das famílias rurais, incentiva o pequeno agronegócio, faz girar dinheiro nas comunidades e principalmente atende famílias cadastradas junto às associações e Centro de Referências em Assistência Social. Incentivar pequenos produtores a continuar em suas áreas, estimular jovens e mulheres a trabalhar a terra é uma das metas da administração Hildon Chaves e que está sendo trabalhado com dedicação por toda a equipe da Semagric", concluiu Luis Cláudio.

Fonte: 015 - Comdecom

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias