Domingo, 23 de Fevereiro de 2020 - 19:50 (Polícia)

L
LIVRE

APÓS PROIBIÇÃO DE ENTRADA DE SARGENTO DA PM, VEREADORA ELIS REGINA PRESTA ESCLARECIMENTOS NA CENTRAL

O policial se sentindo constrangido com a proibição de sua entrada no clube acionou a Polícia Militar para resolver o problema.


Imprimir página

De acordo com informações de testemunhas, a vítima sendo um sargento da Polícia Militar do estado de Rondônia foi até o clube acompanhado de sua esposa e quando chegou na portaria o segurança disse que faria a revista pessoal, momento que o policial se identificou e falou que estava armado, nesse instante ele foi proibido de entrar, pois estava apenas recebendo ordens da direção.

O policial se sentindo constrangido com a proibição de sua entrada no clube acionou a Polícia Militar para resolver o problema. Quando a guarnição chegou pediram para falar com o responsável ou até mesmo o presidente do clube, porém, foi relatada que ela não estava, mais que já estava a caminho. Diante da situação o segurança foi conduzido para Central de flagrantes onde minutos depois a vereadora chegou e se apresentou como sendo presidente do Clube e que a ordem para proibição da entrada do policial no local partiu dela, que é representante legal dos associados e que o segurança apenas cumpriu suas ordens. 

Diante da situação, a vereadora Elis Regins foi até a delegacia e esclareceu o acontecido, conforme vídeo postado pela mesma no Facebook. O segurança foi colocado na ocorrência apenas como testemunha do fato.

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias