Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 - 16:17 (Saude)

L
LIVRE

APÓS DOIS ÓBITOS EM 2019, SEIS CASOS DE H1N1 SÃO CONFIRMADOS EM RONDÔNIA

Fernando Máximo, secretário de Estado de Saúde, confirmou os casos.


Imprimir página

Na noite de ontem (01), o Secretário de Estado de Saúde, Fernando Máximo, ao atualizar os números de casos de coronavírus no estado, alertou sobre seis casos confirmados de H1N1 e convocou a população para buscar vacinação nos postos de saúde.

Fenando Máximo, informou que 38 (trinta e oito) exames foram realizados no Laboratório Central de Rondônia (Lacen), e que todos testaram como negativo para coronavírus. Entretanto, alertou que as outras doenças como, gripe comum e H1N1 também preocupam.

"Devemos nos preocupar com outras doenças. Hoje, seis casos foram positivos para H1N1. É muito importante as pessoas, principalmente aquelas do grupo de risco, buscar a vacina nos postos de saúde e evitar aglomeração", disse.

Em 2019, foram registrados dois óbitos na capital em virtude do H1N1, sendo com uma pessoa em quadro de comorbidade e um bebê de sete meses. Os dados constam no site oficial do governo do estado. 

VACINAÇÃO DRIVE THRU

A prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), até que tentou acelerar a vacinação dos idosos com mais de 60 anos que estiverem de carro, no estacionamento do Porto Velho Shopping. Porém, após a comunicação cair na boca do povo, o congestionamento foi geral.

VACINAÇÃO NOS POSTOS

Com isso, a prefeitura emitiu uma nota suspendendo a vacinação. Conforme nova determinação, a partir desta sexta-feira (3), os idosos com idade acima de 60 anos serão vacinados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) mais próximas de suas residências.

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias