Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019 - 15:18 (Nacional)

L
LIVRE

APOIADORES PRÓ-GOVERNO VOLTAM ÀS RUAS PARA PEDIR O IMPEACHMENT DE MINISTROS DO STF

O ato é nacional, confirmado em 59 cidades, em mais duas cidades no exterior: Boston (EUA) e Lisboa (Portugal), segundo levantamento do Movimento TamosAki, Imperatriz/MA.


Imprimir página

A Praça dos Girassóis em Palmas será palco de mais um ato pró-governo neste domingo (25). Dessa vez, os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro tem como pauta, além do apoio à Operação Lava-Jato, ao procurador Deltan Dallagnol e ao ministro Sérgio Moro, o Impeachment de três ministros o Supremo Tribunal Federal (STF). Refere-se à terceira manifestação nos últimos dois meses. O ato é nacional, confirmado em 59 cidades, em mais duas cidades no exterior: Boston (EUA) e Lisboa (Portugal), segundo levantamento do Movimento TamosAki, Imperatriz/MA.

Segundo Flávio Mota, coordenador do Movimento Direita Independente, o ato não se confunde com críticas à Instituição do Supremo Tribunal Federal, crucial ao equilíbrio de poder da Republica e como Guardiã da Constituição Federal, tampouco visa atingir a dignidade da Alta Corte. O ato visa legitimar o apoio popular ao pedido de Impeachment, pelos fundamentos expostos pelo jurista Modesto Carvalhosa, no rol de 59 possíveis crimes de responsabilidade do presidente do STF, Dias Toffoli, comenta o coordenador do movimento. O bloco nas ruas representa a indignação de milhões de brasileiros contra uma verdadeira "rede de iguais, que tenham relacionamentos pessoais, profissionais, partidários e empresariais", cita-se a peça do jurista.

A convocação ganhou força após o coordenador da Operação Lava-Jato tornar-se alvo de um processo administrativo disciplinar e de 10 reclamações no Conselho do MP, no contexto de tramitação abrupta da Lei de Abuso de Autoridade, PL 7.596/2017, com voto de 7 dos 8 deputados da bancada do Tocantins, um ausente. Ademais, os apoiadores repudiam a saraivada de ataques contra reputação do ministro Sérgio Moro e  procuradores referente aos vazamentos de conversas pessoais das autoridades pelo site The Intercept Brasil, ante ao flagrante ânimo de soltar o ex-presidente Lula e de punir o ex-juiz Moro, comenta Flávio Mota. 

A apoiadora Cecília Santana, coordenadora das páginas 'Amor pelo Brasil' e 'Movimento Direita Independente', informa que os atos serão transmitidos ao vivo em live do Facebook às 16:30, do estacionamento da praça dos Girassóis, em frente ao Palmas Shopping. Segundo estimativa cerca de 500 pessoas em Palmas, informa Cecília.  Cleuton Fortaleza, coordenador do Movimento Direita Independente, comenta que "a hora é de colocar o bloco na rua e pelo exemplo demonstrar intolerância à corrupção".

Fonte: 015 - Flávio da Silva Mota

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias