Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020 - 17:25 (Educação)

L
LIVRE

ALUNOS DE 31 ESCOLAS NA REGIÃO DE JI-PARANÁ SÃO CONTEMPLADOS COM CARTÃO ALIMENTAÇÃO

Benefício custeado pelo governo estadual é destinado às famílias em vulnerabilidade social


Imprimir página

A doméstica Renilda Nunes foi a primeira pessoa a receber o Cartão Alimentação, destinado ao filho de 15 anos, aluno da escola estadual José Francisco, em Ji-Paraná. O benefício, custeado pelo governo estadual e dirigido às pessoas em vulnerabilidade social e vai auxiliar pelo menos três mil estudantes da rede estadual de Rondônia, nas cidades de Presidente Médici, Alvorada do Oeste e Ji-Paraná.

Desempregada, Renilda Nunes declarou que “a ajuda governamental é importante porque muitos alunos não tem o que comer. Conheço estudantes que fazem a primeira refeição na escola”. O auxílio, por meio do Cartão Alimentação, é de 75 reais por aluno e só pode ser utilizado na aquisição de alimentos em rede comercial credenciada.

A entrega do Cartão Alimentação iniciou na região de Ji-Paraná, simultaneamente em 31 escolas estaduais, na segunda-feira (1º). A distribuição do benefício ocorre de maneira organizada, respeitando as regras de isolamento social e sanitária, decorrentes da pandemia de coronavírus.

A família que tiver dois estudantes matriculados ganha o valor acumulado no mesmo cartão. E, assim, sucessivamente para o quantitativo de filhos estudantes. Para tanto, é necessário o comparecimento do responsável na respectiva escola, para a retirada do cartão, conforme o agendamento já realizado pela direção de cada estabelecimento de ensino.

Antes de pegar o Cartão Alimentação, o responsável pelo aluno preenche e assina um cadastro simples, onde constam os nomes dos beneficiados e os respectivos números dos documentos. A estudante Aline Pereira está concluindo o ensino médio na escola José Francisco e também retirou o Cartão Alimentação no primeiro dia de funcionamento do programa em Ji-Paraná.

“Sem dúvida é uma ajuda muito necessária nesse período crítico em que vivemos. Apenas meu avô custeia todas as despesas de casa com o dinheiro da aposentadoria dele”, disse a estudante, que vive com o avô e mais três pessoas”, disse Aline.

A rede estadual de ensino na região de Ji-Paraná é composta por 53 escolas. Deste total, dez estão localizadas em áreas indígenas. “Todos os alunos em vulnerabilidade social serão atendidos”, informa a coordenadora regional de educação, professora Rosângela Marum, que cuidou pessoalmente da organização do esquema funcional de atendimento, atendendo as exigências sanitárias.

Essa é a segunda etapa que o governo de Rondônia mobiliza famílias de estudantes e investe recursos próprios na distribuição de complementação alimentar, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

“Em todo o Estado, os alunos já receberam kit alimentação. Esse novo modelo poderá ser ampliado pelo governador Marcos Rocha para mais meses, devido à pandemia e ausência de aulas presenciais”, pontua o secretário regional de governo, Everton Esteves.

Para utilizar o Cartão Alimentação, a pessoa contemplada deve se dirigir a qualquer um dos estabelecimentos credenciados. “O crédito disponível no cartão magnético deverá ser utilizado exclusivamente para fins de aquisição de produtos alimentícios”, reforçou o secretário.

 

 

Paulo Sérgio

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias