Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019 - 11:28 (Política)

L
LIVRE

ALEKS PALITOT ACOMPANHA SECRETÁRIO EM PASSEIO DA LITORINA

Palitot, o Secretário Basílio e mais assessores puderam percorrer o trecho inicial de Litorina.


Imprimir página

O Professor Aleks Palitot acompanhou na tarde desta sexta-feira (10) a visita do secretário geral de Governo da Prefeitura de Porto Velho, Basílio Leandro de Oliveira ao Memorial Rondon para conhecer o trabalho de reativação da Litorina, realizado com o auxílio do vereador, pelos ex-ferroviários.

O percurso de 2.300 metros, partindo da pequena estação construída pela Prefeitura e localizada no complexo turístico e Santo Antônio. Palitot, o Secretário Basílio e mais assessores puderam percorrer o trecho inicial de Litorina.

De acordo com Palitot “a defesa do patrimônio deve ser uma constante para o poder público, esta foi uma das bandeiras de minha agenda política e é com muita alegria que celebro essa conquista junto aos ex-ferroviários e demais parceiros, os quais sem o apoio jamais teríamos esta conquista”, afirma o vereador.

Parceria

Para o Secretário Basílio Leandro, “para quem é portovelhense é algo muito significativo. Temos esse passeio num trecho de cerca de 2,3 km e a história se confunde nestes fragmentos, pois sentimos como se voltássemos no tempo revivendo a história. Penso na importância que a reativação deste passeio terá para o turismo de nossa capital, mas principalmente pela questão do lazer do cidadão portovelhense, tão necessitado de boas opções”, pondera o secretário.

Basílio classifica o passeio como ideal para os finais de semana e feriados, para levar a família. “Isso também é qualidade de vida para a população”, afirma. Enquanto agente público, garante que buscará viabilizar todos os meios legais para que o passeio ocorra.

“É o nosso trabalho”, enfatiza, “em conjunto com o vereador Palitot que vestiu a camisa e se engajou à causa, a Prefeitura também e mais parceiros que apoiaram, este projeto só pode resultar em êxito chegando em um ponto que não há como retroceder, apenas avançar”, declara Basílio.

Outro apoiador, o empresário Daniel Rezende, descreve que “estar presente na história de nossa cidade é algo muito importante”. Embora não seja portovelhense de nascimento, Daniel mora aqui desde os seus treze anos.

“Andei na locomotiva quando havia o passeio e quero que meus filhos tenham essa oportunidade também e com esse grande projeto vi uma forma de poder colaborar com isso”, conta o empresário.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias