Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2016 - 14:55 (Dica de Leitura)

L
LIVRE

AINDA É TEMPO DE PLANEJAR 2016

Desenvolver hábitos de consumo saudáveis é uma ótima forma de conseguir dinheiro para colocar na poupança.


Imprimir página

O primeiro mês de 2016 já está acabando, mas ainda é tempo de planejar o futuro nesse novo ano, afinal, não basta apenas fazer promessas na virada. É preciso cumpri-las. Por isso, a primeira dica para começar a planejar é colocar tudo no papel, tanto para um orçamento familiar, quanto para um orçamento pessoal.

É importante fazer uma análise do ano que passou, levando em consideração os principais erros e acertos cometidos nas finanças. Perguntas como: Gastei mais do que devia? Precisei de crédito extra? Em qual ponto foi possível economizar? Essas questões Podem auxiliar na montagem do orçamento. O segundo passo é estabelecer metas, mas eles devem ser razoáveis e levar em consideração a condição financeira atual e o prazo.

Receitas e despesas devem ser computadas, isso abrange as despesas mensais como conta de água e luz, e as que não são mensais, como material escolar, por exemplo. Defina a meta pensando nas despesas e ganhos referentes a todo o período. Fique atento ao 13º salário, que deve ser incluído na soma, no caso de profissionais com carteira assinada. Já os profissionais liberais, devem ter em mente que alguns meses podem ser mais lucrativos que outros e isso irá contar no relatório final.

Análises feitas e metas estabelecidas, é o momento de colocar a mão na massa. Com o valor da renda é possível montar uma tabela que aborde gastos com produtos essenciais, esporádicos e consumo extra. Feito isso, pode-se ter uma ideia do gasto de cada mês. Após visualizar todo o orçamento, se possível, reduza-o cortando gastos desnecessários.

Para o consultor do site de Educação Financeira do Mercantil do Brasil, Carlos Eduardo Costa, é muito importante atentar às compras diárias. “Para manter o controle sobre os gastos é preciso sempre acompanhar as finanças. E não deixar de separar um tempo para revisar os gastos e ganhos. Não se esqueça de anotar tudo o que foi comprado”, explica.

Também é preciso poupar!

Sabe aqueles planos feitos na virada de ano? Para garantir suas concretizações, os primeiros passos são estabelecer uma quantia a ser depositada todo mês e evitar, ao máximo, a retirada de dinheiro.

Desenvolver hábitos de consumo saudáveis é uma ótima forma de conseguir dinheiro para colocar na poupança. Um exemplo é optar pela compra à vista, para evitar os juros dos cartões de crédito e também conseguir descontos na hora do pagamento. Trocar algumas marcas por outras mais baratas também podem ajudar a finalizar o mês com mais dinheiro na poupança. Agora é hora de colocar tudo em prática e começar a planejar 2016. Tudo começa por você!-

Fonte: assessoria de comunicação

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias