Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019 - 15:29 (Saude)

L
LIVRE

AGEVISA REALIZA ENCONTRO DE CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE SOBRE DENGUE E OUTRAS DOENÇAS

O gerente da Agevisa destacou a importância do programa de capacitação e seus desdobramentos.


Imprimir página

A Agência Estadual de Vigilância de Saúde (Agevisa) realiza de terça a quinta-feira (12 a 14), no auditório do Rondon Palace Hotel, em Porto Velho, o “Encontro de Capacitação para Profissionais Médicos e Enfermeiros em Manejo Clínico da Dengue e outras Arboviroses, Leptospirose, Hantavirose e Febre Maculosa”, com orientação de especialistas indicados pelo Ministério da Saúde e do próprio Estado de Rondônia.

De acordo com Cesarino Júnior Lima Aprígio, gerente de Vigilância em Saúde Ambiental da agência rondoniense, o evento tem uma direção específica, para levar conhecimento atualizado a todos os profissionais, por iniciativa do Ministério da Saúde, de modo a repassar orientações com resultados das pesquisas mais recentes sobre o universo dessas doenças, principalmente àqueles que atuam na rede básica de média e alta complexidade, para a melhoria da qualidade de assistência aos pacientes com essas patologias, visando o aumento da suspeição clínica, o diagnóstico e tratamento precoce, de modo a reduzir a taxa de letalidade das formas graves dessas doenças.

Ele explicou que, por orientação do MS, o programa de capacitação deveria ocorrer duas vezes por ano, o que não foi possível por vários fatores, mas que está sendo realizado em boa hora, sem perder de vista o seu foco com palestras e estudos de casos, de modo a atingir o maior número de profissionais. Segundo ele, já está confirmada a participação de médicos e enfermeiros de 23 municípios de Rondônia, que nesta parceria inclui órgãos como o Centro de Pesquisa de Medicina Tropical de Rondônia (Cepem) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na promoção de estudos e debate que possibilitem o desenvolvimento de competências para realizar ações de atenção à saúde da população.

O gerente da Agevisa destacou a importância do programa de capacitação e seus desdobramentos – diagnóstico e tratamento -, indicando as condições de clima de Rondônia (Amazônia), que são especialmente favoráveis à proliferação dessas doenças.

A coordenação do evento divulgou uma vasta programação para os três dias desse projeto de capacitação, que pode ser acessada aqui.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias