Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019 - 11:25 (Polícia)

14
Não recomendado para menores de 14 anos

ADOLESCENTE É ESPANCADA POR TRÊS HOMENS QUE A ACUSAVAM DE FURTO

Policiais foram acionados, flagraram o espancamento e salvaram a menina, que estava no chão e com roupas sujas


Imprimir página

Mato Grosso - Uma adolescente de 13 anos foi espancada por três rapazes de 14, 18 e 20 anos na noite dessa segunda-feira (7). Ela foi encontrada aos prantos, muito nervosa e com as roupas sujas de terra, ainda na companhia dos agressores.

O caso aconteceu no Bairro Vila Lobos, em Sinop (500 km de Cuiabá), por volta das 22h30.

A Polícia Militar foi acionada por testemunhas que viram o espancamento acontecendo no meio da rua e ouviram a adolescente gritando por socorro.

Quando a equipe chegou ao local, encontrou quatro pessoas, os três rapazes e a adolescente, que chorava e estava muito nervosa.

Os suspeitos foram revistados e nada de ilícito foi encontrado. Porém, ao questionarem à menina o motivo do choro e das roupas dela estarem sujas, ela contou que os rapazes a haviam tirado da casa dela acusando-a de ter furtado dinheiro da casa de um deles, o de 20 anos.

Na casa ela estava com duas amigas, mas as meninas saíram correndo e a deixaram sozinha quando os acusados começaram a agredi-la com um cabo de vassoura e uma ripa de madeira. Em seguida, segundo o relato da menina, ela foi arrastada para a rua.

Ela negou ter cometido o furto e disse ter medo dos acusados, visto que eles teriam a ameaçado de morte.

Em sua defesa, o jovem de 20 anos disse que entre a noite do último sábado (5) e a madrugada do domingo (6) foi furtado em sua casa a quantia de R$ 500 e que o informaram de que quem furtou seria a adolescente, por isso ele teria ido até a casa dela para fazê-la devolver o dinheiro.

Questionado se ele teria agredido a adolescente, o acusado afirmou que teria “apenas puxado o cabelo dela”, consta no boletim de ocorrência. Os demais afirmaram terem apenas acompanhado o primeiro suspeito e negaram as agressões.

Os três foram levados para a delegacia, onde o caso foi registrado como lesão corporal e ameaça.

Fonte: 015 - Olivre

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias