ACUSADO DE MATAR ATIVISTA DO MAB NA CAPITAL É PRESO NO ACRE

A prisão do suspeito ocorreu após uma parceria entre as polícias civis do Acre e Rondônia.
Quinta-Feira, 04 de Agosto de 2016 - 09:24

Edione Pessoa da Silva, de 26 anos, apontando como o principal suspeito de matar a ativista Nilce de Souza Magalhães, de 50 anos na capital foi preso na tarde desta última quarta-feira (3) por policiais do estado do Acre. A prisão aconteceu no Ramal do Louro, Seringal São Luiz do Remanso, Zona Rural da cidade de Capixaba, no Acre.


Suspeito foi preso no Acre (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A prisão do suspeito ocorreu após uma parceria entre as polícias civis do Acre e Rondônia. Edione estava foragido do Presídio Pandinha, desde o mês de Abril deste ano, e conforme informações da polícia civil, o mesmo ficou escondido na casa de parentes no estado do Acre.

O CRIME

Nilce foi assassinada com um tiro no tórax. Edione teria amarrado o corpo da mulher em uma pedra e em seguida o jogado no Rio Madeira. O crime ocorreu na antiga Mutum Paraná, onde vítima e acusado residiam. Após ter matado a mulher, o acusado fugiu e ficou escondido em uma casa em Jaci-Paraná.

Nilce era pescadora e militante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Ela desapareceu no dia 7 de janeiro no acampamento onde morava. Edione chegou a confessar o crime.

Fonte - NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.