LOCALIZAÇÃO: CONJUNTOS DE MORADIA POPULAR TERÃO ENDEREÇAMENTO POSTAL

Falta de endereço postal para o recebimento de correspondência e contas básicas, fato que sempre causou bastante transtorno
Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017 - 17:40

A prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), comemora mais uma significativa conquista. Após vasta agenda de procedimentos e intensa articulações junto à Câmara Municipal de Porto Velho, os conjuntos habitacionais de interesse social Cidade de Todos I e II; Candelária I, Vitória da Conquista – FNHIS VII e Pró Moradia Sul passarão a ter suas denominações para fins de endereçamentos postais, as chamadas identidades geográficas. Com o apoio dos vereadores, as votações das proposituras foram realizadas neste mês de outubro na Câmara Municipal de Porto Velho.

Os moradores do empreendimento Pró-Moradia Sul, que também lutaram por esta causa, contaram com a atuação do vereador Alex Palitot, que defendeu a proposta junto aos demais vereadores. A maioria dos moradores beneficiados recebeu as unidades informalmente em maio de 2012, há cinco anos, e por isso foram os que mais comemoraram a conquista, comparecendo em massa no dia da votação Casa de Leis.

Muitos declararam que residem na localidade desde a sua entrega e o problema era sempre o mesmo: falta de endereço postal para o recebimento de correspondência e contas básicas, fato que sempre causou bastante transtorno, a exemplo principalmente dos pequenos empreendedores que não conseguiam regularizar sua situação junto aos órgãos competentes, pois para adquirir o alvará, por exemplo, é necessário um endereçamento postal.

“Essa questão dos CEPs é uma das maiores necessidades da comunidade, mas até hoje ninguém fez nada a respeito”, afirmou Vavá, líder conhecido na comunidade e Presidente da Associação de Moradores do Pro Moradia Sul. Quando recebeu a notícia, Vavá agradeceu a secretária Márcia Luna e à Câmara de Vereadores. Nunca houve tanta comemoração de uma comunidade que não tinha identidade geográfica.

Para Márcia Luna, foi mais uma batalha prioritária travada pela Semur, “pois o endereço oficial dá dignidade às pessoas e o sentimento de pertencimento por aquilo que é seu de fato e de direito”. Os técnicos da Semur tem buscado desde o início deste ano cumprir uma vasta agenda de procedimentos, visando regularizar o endereçamento postal dos empreendimentos que ainda estão por entregar e os já entregues, cujo Departamento de Projetos Sociais acompanha por meio da execução de Projetos Sociais.

Ainda há outros empreendimentos que passarão pelos mesmos trâmites. O código de endereçamento tem previsão de ficar pronto junto aos correios até o final do mês de novembro.

Fonte - 010 - semur

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.