DISFARCE - Por Max Diniz Cruzeiro

O disfarce se caracteriza por uma falsificação da realidade onde se pretende ou se planeja ganhar uma vantagem em termos de informação.
Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017 - 10:04

Disfarce é a arte de alterar uma fisionomia com o intuito de ter acesso a determinado conhecimento ou sentido de preservação pessoal, que não é possível diante da utilização da verdadeira personalidade.

O disfarce se caracteriza por uma falsificação da realidade onde se pretende ou se planeja ganhar uma vantagem em termos de informação.

Entre as técnicas necessárias para que um indivíduo desenvolva um disfarce está a diferenciação das roupas, dos óculos, do estilo do cabelo, o falseamento do timbre da voz, a mudança de identidade, ...

Por vezes o disfarce pode ser organizado por uma questão de manutenção de uma segurança, quando se há perigo eminente contra a própria vida.

Técnicas de disfarce são muito apreciadas no cinema em filmes de ação, e são instrumentações muito importantes para agências de investigação.

Outros materiais como máquinas fotográficas, maquiagem, filmadoras, pen drive, gravadores de som são facilmente encontrado com pessoas que necessitam utilizar a técnica do disfarce para algum motivo.

Outra característica do disfarce é a intencionalidade do indivíduo de não se fazer visível diante de outras pessoas.

Esse não reconhecimento da personalidade é um dos requisitos essenciais para a caracterização de um disfarce.

Do ponto de vista filosófico esconder o Eu conota uma necessidade de atuação em prol do benefício do próprio Eu que não seria fácil de ser obtido caso a procura por informações ou o uso da personalidade pudesse se mostrar de forma clara, nítida ou transparente.

O fator motivacional para um disfarce é a busca de um benefício pessoal que não pode ser obtido de modo transparente.

Uma camuflagem é um tipo de disfarce que se usa geralmente em meios militares para que o indivíduo não se torne visível perante um contexto, ou seja, fique no padrão de cores que a maioria dos objetos em um ambiente se apresenta a fim de que não seja identificado à distância (camaleão).

Algumas espécies são especialistas em disfarce, principalmente no sentido da camuflagem que se incorpora como uma vantagem de vida no sistema de luta e fuga contra predadores.

O disfarce pode ser utilizado como uma máscara em linguagens computacionais para a preservação de funções específicas do desenvolvimento de um programa.

Na alimentação o disfarce é utilizado pelo mascaramento de cheiros no uso de alguns produtos alimentícios a fim de tomar o conteúdo mais agradável, como por exemplo a salsicha processada industrialmente.

Fonte - 010 - Max Diniz Cruzeiro/NewsRondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.