ACUSADA DE MATAR O MARIDO PRESTA DEPOIMENTO E NEGA CRIME; ‘ÉRAMOS APENAS AMIGOS’

Ela é suspeita de ter praticado o bárbaro crime que vitimou Wilmar Batista de Souza, de 56 anos.
Terça-Feira, 10 de Outubro de 2017 - 17:37

Porto Velho, RO – Presa desde o dia 19 de setembro deste ano, Cleonice Pereira de Naréssi, 40 anos, prestou depoimento nesta terça feira (10) acerca da acusação de homicídio. Ela é suspeita de ter praticado o bárbaro crime que vitimou Wilmar Batista de Souza, de 56 anos.

Durante seu depoimento, Cleonice negou que tivesse qualquer tipo de relacionamento amoroso com Wilmar, vindo inclusive a negar o crime. Ao delegado, a mulher relatou que ela e a vítima eram apenas amigos. Após a morte de Wilmar, Cleonice vendeu o veículo da vítima. O automóvel foi apreendido na BR-364 e o motorista afirmou que a mulher havia lhe vendido o carro e que ela estaria na companhia de um homem, mas ele não foi identificado até o momento.

Cleonice respondeu a várias perguntas, mas negou a autoria do crime e afirmou não saber algo que pudesse ajudar na elucidação do crime. Este foi o primeiro depoimento prestado por ela e, segundo o delegado que cuida do caso, nos próximos dias ocorrerão novos depoimentos.

Quando presa, Cleonice estava de posse de todo o inquérito policial em que é acusada de ter praticado o crime. Indagada sobre o motivo de não ter se apresentado espontaneamente, a mulher apenas disse “não me apresentei porque sabia que tinha um mandado (de prisão) e eu não queria ficar presa.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.