O MÉTODO DE BORDEAMENTO - Por Max Diniz Cruzeiro

Para que um indivíduo consiga desenvolver o método de bordeamento, um treinamento mecânico e psíquico deve ser desenvolvido a fim de que a cada nova introdução de informações, um indivíduo passe a se catalogar com algum outro conteúdo previamente assimila
Segunda-Feira, 06 de Março de 2017 - 11:26

Consiste em criar uma estrutura induzida e artificial de busca e procura por informações na região mnêmica que abasteça o intelecto com informações gravadas preexistentes, conforme a demanda de um indivíduo, num sistema que aproxime via associações conteúdos que tiveram incidência sobre o comportamento humano, em um dado momento, que por aproximação tendem a serem conexas com novos fenômenos observados e identificados sobre o ambiente.

Para que um indivíduo consiga desenvolver o método de bordeamento, um treinamento mecânico e psíquico deve ser desenvolvido a fim de que a cada nova introdução de informações, um indivíduo passe a se catalogar com algum outro conteúdo previamente assimilado.

Essa formação de trilha passa a se indexar projetivamente, e quando um novo fenômeno perceptivo é desencadeado sobre o ambiente, a captação do indivíduo da informação, irá afetar um grupo neural em que uma rede de transmissão já está montada para pegar informações em grau de parentesco e similaridade com o fenômeno observado.

O fenômeno de bordeamento permite a conexão e desconexão com trilhas adjacentes. Para construir este efeito educacional a apresentação dos fenômenos em sala de aula deve permitir o avanço da multidisciplinariedade. No qual permitam a um indivíduo estabelecer conexões entre múltiplas bibliotecas em que os conteúdos de diferentes áreas podem ser alocados via empréstimo da informação.

A estrutura linguística de um indivíduo deve ser suficientemente forte e ampla para ter uma base receptora de sinal proveniente do ambiente, que seja capaz de utilizar distintos engramas para semelhantes significações. Ou seja, em uma palavra menos moderna, um bom border é capaz de emitir múltiplas significações e significados para um mesmo conceito. Para se construir este fenômeno um indivíduo pode ler a esmo inúmeros dicionários, no qual irá permitir codificar e recodificar a informação conforme a necessidade e desejo de momento. Ler não é apenas bater o olho sobre a palavra, mas sim dar sentido.

Então os usos de bibliotecas neurais diferenciadas permitirão através de múltiplas conexões mudar os rótulos conforme a necessidade de entendimento, e construir ao longo do percurso, dicas de qual o sentido mais próximo universal e que o border está utilizando para se conectar com o leitor de seu conteúdo.

Este sistema é conhecido como método de bordeamento, porque ele se utiliza de múltiplas conexões que se prendem umas às outras através das bordas, ou seja, das propriedades atreladas aos conceitos que são utilizados em um processo de comunicação.

Os saltos de entendimento são possíveis graças aos acessos diferenciados, embora se construa uma falsa identificação de simultaneidade, mas que a utilização de perspectivas diferenciadas que são extraídas de distintas bibliotecas que permitem tecer e construir um entendimento sólido, capaz de avançar dentro de uma estrutura de conhecimento.

O border consegue girar em torno do conceito, e usar sua volição para captar a trilha que melhor se adeque a sua necessidade de transmissão das ideias.

É claro, que um nível tão avançado requer que o border faça uma pré programação, anterior ao seu ato discricionário de escrita, no qual a geração de uma procedure qualitativa irá gestar os circuitos candidatos a serem visitados e transcritos como núcleos de expressão do entendimento. Porém para a qualidade das aquisições serem bem positivas, é necessário que o border não incorra em vício que o distancie da finidade de construção teórica do seu texto, em que fatores emocionais, de princípios éticos, morais, podem afetar o desenvolvimento dos textos, quando a percepção do autor assim exigir uma tentativa de fidelização ao pensamento. Uma escala de identificação meramente concordante com o conteúdo.

O border conforme a necessidade deve ser uma criatura isenta, e livre de preconceito, e procurar se filiar com uma ética elevada, no qual a moral é abastecida em segundo plano apenas para uma questão de demonstração de solidariedade com a civilização que ele esteja inserido.

As consultas aos materiais mnêmicos devem ser dotados de grande recursos informativos, como meios televisivos, meios auditivos como rádio e música, como também outros tipos de meios descritivos. Todos estes recursos serão fontes primárias em que os conhecimentos poderão ser subtraídos para a geração de novas informações, principalmente quando existe a exigência de qualidade nas transcrições.

Uma infância rica em experiências e experimentações facilita muito a absorção de ideias complexas. Mas que esteja também em fase de construção um tipo de entendimento que permite organizar em fascículos, ou seja, em bibliotecas as informações apreendidas.

Um processo de compilação se segue a extração da informação mnêmica, de forma que o conteúdo absorvido é migrado para o intelecto, onde em um processo similar a um sistema de níveis é projetado filosoficamente sobre o ambiente mental de uma pessoa, e através deste artifício, é possível coletar apenas o que se absorveu como ensinamento, esquecendo a descrição sumária do rito em que os fatos se sucederam e foram alocados na mente humana.

Porém, como recursos mentais devem ser alocados para áreas de maior urgência, é possível que os conteúdos sejam gestados de forma procedural na forma de um inconsciente, em que as percepções não mais necessitam ser desencadeadas de forma consciente, e diretiva, através do desejo manifesto humano, mas através de uma linha de comando oculta, em que apenas o desencadeamento motor dos dedos permita a rápida digitação sem grandes lapsos de entendimento. A vantagem deste modelo é que pessoas que conseguem reagir desta forma, apresentam respostas rápidas para soluções para resolução de conflitos.

Fonte - 010 - Max Diniz Cruzeiro

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.