CRIMINOSO DE ALTA PERICULOSIDADE É SOLTO POR EQUÍVOCO

Josimar Alves da Silva, 37, vulgo “Bicho Papão”, está foragido da Cadeia Pública de Água Boa e responde por diversos crimes como homicídio, porte ilegal de arma, formação de quadrilha e documentos falsos
Segunda-Feira, 06 de Março de 2017 - 09:17

MATO GROSSO: Josimar Alves da Silva, 37, vulgo “Bicho Papão”, está foragido da Cadeia Pública de Água Boa e responde por diversos crimes como homicídio, porte ilegal de arma, formação de quadrilha e documentos falsos, em Primavera do Leste, Campo Verde e no estado de Rondônia. Ele é considerado pela justiça um criminoso de alta periculosidade e foi solto no início de fevereiro em razão de um alvará de soltura, porém não foi constatado a existência de outros mandados de prisão.

Segundo o delegado da Delegacia Regional de Primavera do Leste, Rafael Fossari, em 2016 deram início a uma investigação de um homicídio na região de Campo Verde, o que levou até Josimar Alves da Silva, como um dos possíveis autores do crime.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) descobriu que Josimar utilizava diversas identificações falsas em Primavera do Leste e durante a abordagem foi constatado que ele utilizava o nome de Carlos, portava arma de fogo e tinha um mandado de prisão de 21 anos e 9 meses no estado de Rondônia, por homicídio.

“Conduzimos ele até a delegacia, fizemos a lavratura de flagrante pelos crimes de documentos falsos, porte ilegal de arma, formação de quadrilha e na mesma oportunidade, já demos cumprimento ao mandado de prisão de Ji-Paraná, RO”, disse o delegado.

Fossari destacou que Josimar é de alta periculosidade e investigado em vários crimes de homicídio no estado de Rondônia. “Por ser um indicio de alta periculosidade e ter fugido de algumas cadeias no estado de Rondônia, ele foi transferido para Água Boa. No começo de fevereiro tivemos a notícia que ele recebeu um alvará pelos crimes aqui de Primavera, mas não havia nenhuma ordem de soltura dos 21 anos e 9 meses. Acredito que por um equívoco, ele acabou sendo posto em liberdade”, afirmou.

A PJC já deu início nas buscas para tentar localizar o criminoso, mas não foi localizado até o momento nos principais locais investigados. “Novamente ele é um foragido da justiça, além de ser investigado em diversos outros crimes, ele deve cumprir essa condenação por homicídio”, ressaltou o delegado.

LATROCÍNIO

Josimar também é investigado pelo crime de latrocínio no município de Campo Verde pela morte de Muller Antunes de Moura, 35. O corpo de Muller foi encontrado no domingo (8) de agosto de 2016, em estado de decomposição.

Ainda conforme o delegado, uma quadrilha era investigada por roubo, desvio de carga e tráfico de drogas. “A vítima e o Josimar, em tese faziam parte da mesma quadrilha, inclusive o Muller também era foragido do estado de Goiás. Pelo o que conseguimos apurar pelo inquérito, houve um desentendimento dos membros e ele foi executado”, afirmou.

PROCURADO

A PJC continua trabalhando em buscas de Josimar, mas necessita do auxílio da população. Qualquer informação que tiver sobre o paradeiro do criminoso, entrar em contato através do 197, 190, pelo WhatsApp (66) 99994 5860 ou com qualquer delegacia da região. “Ele pode estar em qualquer lugar do Brasil, pois é de alta periculosidade”, finalizou Fossari.

Fonte - 010 - CliqueF5

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.