LENHA NA FOGUEIRA: APENAS UMA QUESTÃO DE ORGANIZAÇÃO

Ontem pela manhã, fui abordado por um cidadão no CPA que sugeriu que eu fizesse uma matéria, chamando a atenção de diretores de entidades sem fins lucrativos, para um fato que realmente é comum entre essas entidades.
Sexta-Feira, 03 de Março de 2017 - 10:10

Ontem pela manhã, fui abordado por um cidadão no CPA que sugeriu que eu fizesse uma matéria, chamando a atenção de diretores de entidades sem fins lucrativos, para um fato que realmente é comum entre essas entidades.

Lembrou o leitor da nossa coluna, que tem visto que a gente sempre questionar a falta de apoio a determinados eventos e entidades. Acontece, Zekatraca, que na maioria das vezes a culpa por essa falta de apoio é das próprias entidades.

As entidades que trabalham com a cultura o lazer e o esporte precisam se regularizar. Precisam estar em dia com suas documentações e esse estar em dia, não é apenas ter o CNPJ, é preciso recolher as taxas relativas ao alvará de funcionamento, é preciso estar em dia com os órgãos fiscalizadores tipo Tribunal de Contas, Fazenda municipal e estadual. Não adianta querer apoio governamental se não estiverem em dia com sua documentação.

O cidadão fez questão de destacar as entidades desportivas que frequentam os campos de futebol do 13, Abobrão, Florestão e tantos outros. Esses times de futebol deveriam se reunir numa única entidade para manter esses campos de futebol. Deveriam estar em dia com suas documentações para poder pleitearem EMENDAS PARLAMENTARES.

Porém, não é só estar filiado a uma Associação Futebolística ou Federação, é preciso que essa entidade esteja em dia com o fisco, com as obrigações da Lei.

Isso também serve para as Escolas de Samba, Blocos de Trio Elétrico, Bloco Tradicional, Grupo de Teatro, de Dança seja lá do que for. Ninguém estar isento das obrigações da Lei. Lembrou o cidadão cujo nome me foge a memória nesse momento.

Lembrou também dos grupos folclóricos: Está chegando o Flor do Maracujá, será que as entidades que se apresentam no Arraial estão em dia com suas documentações? Não adiante utilizar os meios de comunicação para acusar o governo da falta de apoio se os grupos não estiverem em dia.

Gostei da sugestão e prometi que publicaria na coluna de hoje, como estou fazendo. Obrigado pelo alerta amigo!

Bom! Hoje é sexta feira e por isso, é dia de A Fina Flor do Samba no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural. Vamos lá curtir os poemas musicados do Ernesto Melo.

A turma anda com saudade de samba de raiz, depois de tanta marchinha, é bom curtir um bom samba regional na voz do Ernesto, Torrado, Sílvio e Bainha. Tudo hoje no Mercado Cultural a partir das 20 horas;

Por falar em Calçadão Manelão, amanhã dia 4, o Beto Cezar volta com seu CarnaBeto. Será a ressaca do carnaval com a participação da trupe da escola de samba Acadêmicos do São João Batista. A festa carnavalesca do Beto começa as 19 horas. A entrada é franca. Estarei lá também.

Já que entramos no assunto, terça-feira dia 28, a escola de samba Acadêmicos da Zona Leste realizou uma superfesta na Associação Guadalupe da rua Mamoré. Durante a feijoada se apresentaram Ernesto Melo, Sílvio Santo, Bainha, Toninho Tavernard, Waldison Pinheiro, a Bateria Pura Raça do Asfaltão entre outras atrações.

Foi realmente um show de samba, o evento promovido pelos Acadêmicos da Zona Leste. O grupo de samba comandado pelo Hudinho Mamede e Silfarney Silva acompanhou os cantores enquanto o público sambava ao som dos melhores sambas enredos dos compositores de Porto Velho. É por aí amigo Hudson Mamedes!

Outro evento que foi muito bacana na terça-feira de carnaval, foi o desfile do bloco “KAGALHO”. Agora sob a coordenação do Léo Santana o Kagalho está muito mais organizado. É Bloco tradicional que reúne foliões de tudo quanto é idade, inclusive Eu!

Agora vou me preparar para curtir o bloco o meu amigo Wando o “Tô a Tôa - Mais não estou jogado às traças”. Vem comigo morena!

Fonte - 010 - Silvio Santos

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.