MAIS COMISSIONADOS, MENOS GASTOS: EXISTE MILAGRE NA MATEMÁTICA? - Por Sérgio Pires

PERGUNTINHA: Alguém aí chegou ao ponto de ser tão ingênuo para achar que a intensa boataria do Facebook de que o prefeito Hildon Chaves iria trocar vários secretários, poderia sair do etéreo e do novelesco e ir para a vida real?
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017 - 10:30

Claro que o assunto ainda vai ser muito discutido, brigado, xingado, usado para o bem e para o mal. Mas a verdade é que fontes palacianas da Prefeitura de Porto Velho garantem que os gastos com os cargos comissionados, diminuíram em torno de 40 por cento em relação ao último mês da administração anterior. Até a sexta-feira de Carnaval, segundo as mesmas fontes, de dentro da administração, estavam nomeadas 1.270 pessoas, ocupando tais cargos. Ainda há espaço para pelo menos outras 500 nomeações, que, até agora, não foram feitas pelo prefeito Hildon Chaves. O total de gastos de novembro passado, último mês em que Mauro Nazif pagou a folha completa (já que em dezembro haviam sido feitas centenas de exonerações), com o total de pagamento aos comissionados, chegou a 2 milhões e 102 mil reais. Já no governo Hildon (apenas janeiro computado), a queda foi grande. O valor caiu para 1 milhão e 280 mil.  Ou seja: em valores absolutos, uma economia de mais de 820 mil reais. A Prefeitura informa que Hildon usou, até agora, 120 cargos comissionados a menos que Mauro Nazif, contrariando a administração anterior, que dizia que o total não passava de 780 ocupantes de postos de confiança, em tempos de Nazif. Mais que isso, Hildon e sua turma alardeiam que 67 por cento dos que estão recebendo algum tipo de benefício por posto de confiança, são servidores estatutários. Como o extra para tais trabalhadores é, no máximo, 60 por cento a mais do que seu ganho normal, os restantes 40 por cento que seriam pagos a quem não é do funcionalismo, estão sendo poupados.

Claro que tudo isso é apenas mais uma faceta da questão que está dominado o noticiário pelos lados da Prefeitura. Ainda há grandes dúvidas de que tudo isso seja exatamente assim. E perguntas não faltam. Por exemplo: para que Hildon quer 551 assessores comissionados no seu gabinete, se Mauro Nazif utilizou pouco mais de 160 durante seu mandato? Será verdade que Hildon, ao contrário do que prometeu na sua campanha, está abrindo as portas do seu governo para mais de 500 nomeados por vereadores, com 24 nomeações para cada um dos nobres  edis? E, afinal de contas, se Hildon está nomeando cada vez mais gente e gastando menos, não seria ótimo se ele viesse a público explicar, com todos os detalhes, como consegue essa façanha, já que não há milagre na matemática?

DENÚNCIA PESADA

Angústia. Grande preocupação. Todos esses sentimentos se somam, quando pessoas de bem dessa terra leem trechos da denúncia do Ministério Público contra o prefeito de Ariquemes, Thiago Flores e sete vereadores, que tiveram a ousadia de mandar tirar dos livros escolares, material que ensina crianças a partir dos seis anos sobre homossexualidade e outras questões assemelhadas. Não parece, em alguns momentos, uma denúncia do nosso tão importante (mais que isso, do nosso vital MP!), organismo criado para agir em defesa da sociedade e não só de alguns.  Parece até, em algumas frases,  um libelo petista, com texto parecido com o que o programa oficial do partido. O mesmo que quase destruiu o Brasil. É lamentável e triste, porque ignora o desejo da ampla maioria da população; intervém no direito dos pais escolherem a educação dos seus filhos e, pior que tudo, tem a aparência – em alguns trechos - de uma declaração raivosa contra quem pensa diferente, embora se afirme na peça que é apenas uma medida que visa preservar os direitos de todos e o sistema democrático. Nunca o Brasil precisou tanto de um Ministério Público atuante e em defesa do país. Nunca o Brasil precisou tão pouco de posições como essas, emanadas, nesse evento, de dentro do MP. Triste!

OS DINOS “EMBONECADOS”

Hoje tem carnaval, popular no centro de Porto Velho. Vai para as ruas, completando mais de três décadas de muita festa, a maior banda de toda a região norte, que, quando sai, arrasta mais de 100 mil foliões. A Banda do Vai Quem Quer, o grande legado que Mestre Manelão deixou para todos nós, concentra na Praça das Caixas D´Agua e de lá sai pelo circuito de várias ruas, com suas marchinhas e muita alegria. Nesse sábado, haverá uma atração a mais. Homenageados pela Banda da Siça Andrade, a filha de Manelão que tocou adiante o sonho do pai, os Dinossauros serão representados por bonecos gigantes. Everton Leoni, Beni Andrade, Jorge Peixoto. Léo Ladeia e Sérgio Pires estarão na concentração do bloco, acompanhando os passos da Banda e curtindo a emoção de verem seus bonecos como atração na festa.

VOLTANDO PARA CASA

Líder de invasões e terras no Cone Sul, o ex vereador Roberto Ferreira Pinto, que chegou à ser presidente da Câmara de Vereadores de Chupinguaia, comandava uma grande quadrilha que vivia de violência contra proprietários rurais. Era um chefão, organizando invasões, atacando fazendas, causando danos e ameaçando quem estivesse pela frente. Claro que com esse perfil, acabou sendo eleito, mesmo na cadeia, por aqueles que o seguiam e muitos simpatizantes, que consideravam seus atos como “justiça social” e não simples e pura roubalheira. Eleito como defensor dos pobres, Roberto acabou preso e condenado a mais de dez anos de prisão. Até hoje se diz apenas um líder campesino, como gostam de se autodenominar esses malucos que vivem defendendo a invasão de terras, desde que ganhem um bom dinheiro com isso. Foragido, o ex vereador parecia não temer a Justiça, tanto que continuava a fazer reuniões com a “cumpanheirada” até na sua casa, em Chupinguaia. Essa semana, se deu mal. Foi preso e voltou para onde nunca deveria ter saído: a cadeia.

 MUITO MAIS FILAS

Para que facilitar, se pode atrapalhar? Para que prestar um bom serviço, mesmo que se tenha lucros bilionários, se o contribuinte é apenas personagem secundário? O Banco do Brasil age assim. Toma decisões que prejudicam milhares de correntistas, muitos obrigados a usarem os serviços do banco, porque recebem seus salários, principalmente do Governo e Prefeitura, através de suas agências. Depois de interditar a agência da Esplanada, onde, para não gastar com segurança, os caixas eletrônicos não podem mais ser usados depois do final da tarde, o Banco do Brasil agora anuncia o fechamento da sua agência central, na Dom Pedro II, próximo ao antigo Palácio do Governo, para pessoas físicas. Só atenderá empresas, ou seja, pessoas jurídicas. O restante, os milhares e milhares de clientes que se ferrem e fiquem horas a fio esperando em filas sem fim. O tratamento aos clientes é cada vez pior. Não está na hora do Governo estadual, por exemplo, acabar com o depósito dos salários dos servidores nesse banco, dando outras opções a quem não quer padecer horas em agências bancárias superlotadas?

COMIDA DE CACHORRO

Ela não era um exemplo de bom caráter ou de alguém com uma vida pessoal correta. Era Maria Chuteira, atrás de algum jogador de futebol mais ignorante, que pudesse casar com ela ou engravidá-la, para que ela conquistasse o bem bom o resto da vida. Tinha uma história como tantas mulheres que agem assim. Mas era um ser humano. Não há explicação para seu assassinato, incluindo o horror, conforme suspeitas muito claras, mostradas nas investigações, de que seu corpo serviu de alimentos para cães famintos. Eliza Samudio foi morta e seus assassinos presos. Agora, poucos anos depois, o goleiro Bruno, apontado como o mandante de toda a ação cruel, saiu da cadeia, por decisão da Justiça. O que entristece é que houve quem comemorasse a volta do assassino para o convívio da sociedade. Pouco se ouviu em protesto contra a morte de uma mulher indefesa, praticada por brutamontes e apenas por dinheiro. Sim, dinheiro. Bruno não queria pagar pensão para o filho que ele fez.  Merecia, isso sim, apodrecer na cadeia. Mas aqui, lembremos, é o Brasil, onde as vítimas podem ser culpadas e os assassinos facilmente perdoados....

 PERGUNTINHA

Alguém aí chegou ao ponto de ser tão ingênuo para achar que a intensa boataria do Facebook de que o prefeito Hildon Chaves iria trocar vários secretários, poderia sair do etéreo e do novelesco e ir para a vida real?

Fonte - 015 - sergio pires

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.