MUNICÍPIO DE JARU SE ANTECIPA E PREPARA ESTRATÉGIA PARA POSSÍVEL ENCHENTE

“Estamos todos unidos e organizados para não termos surpresas”, destacou o prefeito
Segunda-Feira, 20 de Fevereiro de 2017 - 15:00

Uma comissão formada por vários profissionais da assistência social será criada para acompanhar as famílias nas áreas de riscos e criar estratégia para o suporte aos atingidos, caso o rio continue subindo e tenha novos alagamentos.

Na manhã da última quinta-feira (16), equipes da Secretaria  Municipal de Assistência Social (Semas) discutiram o assunto e já encaminharam as primeiras ações. Também participou da reunião, o coordenador da Defesa Civil, Zeferino Rodrigues Santos.

De acordo com a secretaria, existe um contato direto com a defesa civil e com o Corpo de Bombeiros, desta forma, o acompanhamento das áreas de risco está sendo praticamente diário. “Vamos oficializar nossos parceiros, estruturar os locais para possíveis abrigos, organizar questões de mantimentos, água potável e outras necessidades básicas, e ficar de prontidão”, disse a coordenadora da Semas, Cleide Gonçalves Leite Prates.

Na sexta-feira (18), o prefeito João Gonçalves Júnior se reuniu com o comandante geral do Corpo de Bombeiros de Rondônia, Coronel Silvio Luiz Rodrigues da Silva, o comandante dos bombeiros em Jaru, Tenente Roberto Leal, além do Coronel Lindoval Rodrigues Leal, subcomandante dos bombeiros em Jaru, sargento José Ivanildo, secretário municipal de gabinete e o coordenador da defesa civil, Zeferino Rodrigues Santos.

Na ocasião foram discutidas várias estratégias, para o caso de haver outra enchente de grandes proporções no município. Até mesmo um mapeamento aéreo ao longo do rio Jaru e seus afluentes foi solicitado pelo executivo. “Estamos todos unidos e organizados para não termos surpresas”, destacou o prefeito

Segundo a Defesa Civil, em 2016, o rio atingiu 11.75 metros, a maior marca dos últimos 30 anos. As cheias atingiram 395 residências e 1185 pessoas foram cadastradas pelos órgãos competentes. Outras 95 pessoas foram abrigadas em igrejas, e depois retornaram para suas casas.

Fonte - 015 - prefeitura de jaru

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.